Edu Dracena concedeu entrevista coletiva nesta tarde

Edu Dracena concedeu entrevista coletiva nesta tarde - Foto: Cesar Greco/Palmeiras

LANCE!
14/11/2016
20:09
São Paulo (SP)

Edu Dracena pode ganhar a vaga de Yerry Mina, que trata uma lesão na coxa esquerda e ainda é dúvida para enfrentar o Atlético-MG, em uma partida decisiva fora de casa. Roubada? Para o experiente zagueiro de 35 anos, não.

- Eu gosto de jogar isso aí, quem não gosta? Jogador gosta de jogos assim, difíceis. Mostrei toda vez que pude entrar, como contra o Corinthians em Itaquera. É jogo bom de jogar, decisivo. Se tiver de jogar, vou estar preparado - disse o defensor, que ostenta bons números mesmo sendo reserva.

Nas 13 partidas em que Edu Dracena foi titular no Brasileirão - ele foi acionado no decorrer de outros dois jogos -, o time só foi vazado nove vezes. A média é de 0,6 gol sofrido por jogo. O índice é até melhor do que o exibido por Yerry Mina: com o gringo em campo, foram 11 partidas na competição nacional e oito gols sofridos (média de 0,72).

Das últimas cinco partidas em que Dracena começou jogando, o Verdão só sofreu gols em uma (vitória por 3 a 2 sobre o Santa Cruz). Contra Cruzeiro, América-MG, Corinthians e Grêmio a defesa passou ilesa. Além disso, ele é um dos únicos jogadores do elenco que conhecem o sabor do título brasileiro (foi campeão por Cruzeiro e Corinthians). Os outros são Jean e Egídio.

- Às vezes eu penso que Deus foi muito bom comigo, nas outras encarnações eu fui muito bom. O mais importante é respeitar sempre os companheiros e pensar positivo. Passei por quatro cirurgias de joelho, de ligamento cruzado, e poderia ter encerrado a carreira. Mas persisti, lutei, batalhei. Hoje, vendo que posso conquistar mais um Brasileiro, só posso agradecer a minha família, meus filhos. Acho que Deus foi muito bom comigo, cara, de estar em momentos importantes em outros clubes, como ano passado, e agora no Palmeiras, tendo a possibilidade de ser campeão brasileiro. Sempre falo para o pessoal que não é só passar por passar, tem de ser campeão para marcar sua história - concluiu Dracena.

O Palmeiras visita o Galo no Independência às 21h da próxima quinta-feira.