Diogo Barbosa

Diogo Barbosa deu entrevista coletiva nesta quinta-feira - FOTO: Agência Palmeiras

LANCE!
12/07/2018
19:02
São Paulo (SP)

O primeiro semestre de Diogo Barbosa foi prejudicado por duas lesões: uma séria torção no tornozelo esquerdo, ainda na pré-temporada, e um edema na coxa direita pouco antes da pausa para a Copa do Mundo. Nesta quinta-feira, o lateral-esquerdo admitiu que ainda não jogou como esperava, mas disse apostar que o período de treinamentos antes da volta do Brasileirão o deixará pronto para brilhar.

- Não vou ser hipócrita. As lesões me atrapalharam muito. Quando estava me sentindo melhor depois da primeira lesão, atuando perto do nível que gosto, tive outra lesão. Sei da minha responsabilidade, sei que fui contratado para assumir a posição e que pelas lesões ainda não consegui demonstrar meu real futebol. Essa parada foi muito importante. Estou me preparando muito. Sou um jogador que ataca muito, tenho vigor físico para atacar e defender, e quero conquistar coisas grandes aqui - disse o camisa 6.


Destaque do Cruzeiro campeão da Copa do Brasil em 2017, Diogo foi um dos principais reforços do Palmeiras para esta temporada, mas fez só 17 jogos até o momento. Victor Luis, seu concorrente, atuou 23 vezes.

- No início do ano tive uma infelicidade e me machuquei em um jogo-treino. Não tive a pré-temporada que os outros tiveram, foi um pouco difícil a retomada nos jogos. Essa parada foi muito boa porque eu pude ter uma pré-temporada. Eu nunca me machuquei, e no Palmeiras já tive duas lesões, uma coisa nova para mim. Nesse tempo eu preparei meu corpo para que não aconteçam mais lesões. No ano passado eu joguei 62 partidas e poderia jogar mais, não me machuquei - finalizou.


O lateral de 25 anos participou dos amistosos contra Independiente Medellín (COL) e Liga Alajuelense (COS), o primeiro como titular e o segundo entrando na etapa final. Ele não participou do duelo contra o Deportivo Árabe Unido (PAN), amistoso anterior a esses, porque ainda estava em fase final de recuperação da lesão na coxa.

Sexto colocado do Brasileirão, com 19 pontos, oito a menos que o líder Flamengo, o Palmeiras volta a jogar na quinta-feira que vem, contra o Santos, no Pacaembu, pela 13ª rodada da competição nacional.