Thiago Ferri
10/08/2016
07:40
São Paulo (SP)

As conversas dos palmeirenses entre terça e quarta-feira têm um dilema como principal assunto: torcer contra o Brasil para ter Gabriel Jesus já na próxima rodada, ou pensar na conquista do inédito ouro olímpico? O tema tornou-se ainda mais falado pelas lesões de Barrios e Leandro Pereira.

O paraguaio pode ficar até um mês fora graças a uma lesão na coxa esquerda, enquanto o camisa 30 está tratando uma entorse no joelho esquerdo e é dúvida. Se Leandro não se recuperar, o Verdão pode não ter um centroavante à disposição para enfrentar o Atlético-PR, domingo.

Caso o Brasil avance nesta quarta, Jesus seguirá fora e Alecsandro está suspenso por doping. Portanto, na vaga aberta no ataque, Rafael Marques seria a opção para manter o time com uma referência, mas ele foi mal na função contra o Vitória. Caso queira usar o time com um ataque rápido, Róger Guedes é o candidato, só que o camisa 23 perdeu espaço depois da derrota contra o Botafogo. Antes titular, o atacante nem entrou nas últimas duas rodadas.

Com uma eliminação após o jogo contra a Dinamarca, Gabriel Jesus teria tempo para se reintegrar ao grupo antes da próximo rodada no Brasileiro. Pela Seleção, o atacante do Palmeiras não marcou nos Jogos Olímpicos e tem sido criticado. No Verdão, ele segue isolado como o artilheiro do campeonato nacional, com dez gols.

Desde a ida de Gabriel Jesus para a Rio-2016, o Palmeiras passou por um período de instabilidade. Nos três primeiros jogos, foram duas derrotas e um empate. O triunfo por 2 a 1 sobre o Vitória fez o Verdão encerrar sua pior fase neste Brasileiro.

Embora o futuro jogador do Manchester City possa ser a solução diante de tantas ausências no ataque, seus companheiros não vão secar a Seleção. Ao menos Thiago Martins diz que sua torcida é para que o Brasil, enfim, desencante nos Jogos Olímpicos nesta noite.

– Vou torcer para Seleção ganhar, mas não vou descartar o Gabriel voltar (antes). Ele vai ajudar, mas vamos torcer para o Brasil seguir na Olimpíada. Que ele jogue bem e ajude o Brasil – disse o zagueiro. E você, palmeirense? Para o que torcerá quando a bola rolar às 22h, na Arena Fonte Nova?