Anderson Daronco citou o uso de sinalizadores na súmula (FOTO: Cesar Greco/Palmeiras)

Anderson Daronco citou o uso de sinalizadores na súmula (FOTO: Cesar Greco/Palmeiras)

LANCE!
16/06/2016
16:05
São Paulo (SP)

O uso de sinalizadores pela torcida do Palmeiras foi citado pelo árbitro Anderson Daronco na súmula da partida contra o Coritiba e o clube provavelmente será julgado no STJD. A tendência é de que a denúncia seja feita com base no artigo 191 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que prevê multa de R$ 100 a R$ 100 mil e não fala em perda de mando.

"Relato que aos 43 minutos do segundo tempo o jogo foi paralisado, por quatro minutos, devido a torcida da equipe do Palmeiras ter acendido vários sinalizadores de cor verde. Foi solicitado ao policiamento do estádio que tomasse as providências cabíveis. Assim que os sinalizadores foram apagados o jogo reiniciou normalmente", diz a súmula do empate por 2 a 2 em Curitiba.

A Ponte Preta já foi a julgamento neste ano pelo uso de sinalizadores no jogo contra o próprio Palmeiras, no Moisés Lucarelli, e levou uma multa de R$ 10 mil.

O Palmeiras começou o Campeonato Brasileiro enfrentando problemas no tribunal. Na semana passada, o clube foi punido com a perda de um mando de campo (com portões fechados) pela briga de seus torcedores com flamenguistas no Mané Garrincha, em Brasília. A pena seria cumprida no sábado, contra o Santa Cruz, mas o clube conseguiu o efeito suspensivo e poderá jogar em seu estádio com portões abertos até o novo julgamento.

Outro fato que deve levar o Verdão ao banco dos réus é o arremesso de um copo no gramado da arena durante a comemoração do gol de Cleiton Xavier no Dérbi do último domingo. A multa que pode ser aplicada também varia de R$ 100 a R$ 100 mil.