Nathan - Palmeiras

Nathan tem 14 jogos pelo Palmeiras: 12 foram no Brasileiro do ano passado (Foto: Ari Ferreira/Lancepress!)

Thiago Ferri
21/11/2015
08:10
São Paulo (SP)

Nathan terminou 2014 em alta: recém-promovido ao time profissional, o zagueiro foi bem na reta final do Brasileirão apesar de toda a pressão no Palmeiras, e chegou a ser convocado para a Seleção olímpica. Só que 2015, por enquanto, tem sido bem diferente. Última opção entre os cincos zagueiros do elenco até pouco tempo atrás, o garoto de 20 anos vai receber uma chance como titular neste sábado.

Quando entrar no campo do Allianz Parque às 19h30 para enfrentar o Cruzeiro, o camisa 4 fará apenas o terceiro jogo no ano, o primeiro em sua posição de origem com Marcelo Oliveira. O técnico, que já deu chances na equipe para praticamente todo o grupo, havia usado o zagueiro só uma vez: na derrota por 2 a 1 para o Coritiba, no dia 12 de agosto, quando o escalou de forma improvisada na lateral direita.

Desde então, Nathan não entrou mais em campo e só recentemente passou Victor Ramos, que não deve continuar no Palmeiras em 2016, para voltar a ser relacionado.

"O Nathan vem treinando bem e deve receber uma chance", resumiu o técnico Marcelo Oliveira

Neste sábado, como montará um time com muitos reservas, o treinador vai usar o garoto na vaga do suspenso Jackson. A partida contra o Cruzeiro é uma forma de lhe dar um pouco de ritmo, afinal o camisa 4 agora é o primeiro reserva da defesa na Copa do Brasil – Leandro Almeida não pode jogar, por já ter atuado nesta edição pelo Coritiba.

Esta será a primeira vez que o zagueiro entrará no campo da arena palmeirense desde a tensa última rodada do Brasileiro-2014, o empate em 1 a 1 com o Atlético-PR. Os dois jogos que Nathan fez em 2015 foram fora de casa: contra o Ituano, em Itu (SP), e o Coxa, no Paraná. Após mostrar personalidade diante de toda a crise do fim do último ano, o garoto tem a chance de provar seu valor ao chefe às vésperas das finais da Copa do Brasil.

OUTROS CASOS

Julen
O volante é cria do time sub-20 e treinou com o time principal tanto com Oswaldo quanto com Marcelo Oliveira. Atrapalhado por lesões, o jogador nunca foi uma real opção para os jogos, mas segue trabalhando na Academia de Futebol.

Luan
O contestado atacante voltou dos Emirados Árabes para tratar de uma lesão e ainda nem faz trabalhos com bola, mas foi reintegrado ao grupo por Marcelo Oliveira, que o treinou no Cruzeiro. O técnico pensa em usá-lo, no mínimo, no ano que vem. Seu contrato vence no meio de 2016.

Fellype Gabriel
O jogador chegou em maio ao Palmeiras, mas ainda precisava se recuperar de uma cirurgia no joelho. Fez sua estreia no fim de semana passado, contra o Vasco, saindo do banco de reservas. Atrapalhado por problemas físicos, o meia ainda não teve uma chance como titular.