LANCE!
30/09/2017
22:14
São Paulo (SP)

Cuca diz que o título brasileiro agora ficou muito difícil para o Palmeiras. Depois de perder para o Santos, um confronto direto, o time pode ver o Corinthians abrir novamente 14 pontos na liderança, domingo, restando 12 rodadas. Para o técnico, seu time teve uma boa atuação neste sábado, especialmente no segundo tempo, mas pecou na finalização de jogadas. Depois do tropeço, o comandante voltou a tratar como incerto o seu futuro para 2018.

- Hoje, ao meu ver, falhamos ao não chutar de fora da área. Foi o pedido no primeiro tempo. No segundo tempo jogamos muito bem em todos os sentidos, apenas a bola não entrou. Perdemos gols incríveis, que o Deyverson e o Dudu poderiam ter feito na mesma jogada. Perdemos umas cinco ou seis bolas com chance de gol, e fomos penalizados injustamente pelo que jogamos na única bola que o Santos teve no segundo tempo. Discute-se se foi falta ou não no Guerra (no gol do Santos), eu nem acho, mas acho que foi pênalti no Borja. Vi o lance, quando o rapaz joga o corpo em cima do Borja, que estava para arrematar, ele perde o compasso. Se marca o pênalti ninguém reclamaria. Foram critérios errados da arbitragem. Foi o responsável pelo resultado? Não foi, mas o critério dele nos prejudicou - analisou o treinador.


Vindo de quatro partidas sem derrota (três vitórias e um empate), a avaliação no Palmeiras era de que a minimeta traçada para alcançar o Corinthians de nada adiantaria se o time não vencesse o Santos em casa. Além de poder ficar mais longe do líder, o time já está mais distante do vice-líder, o Peixe, que abriu quatro pontos. O Verdão, por enquanto, é o quarto colocado.

No fim da entrevista, Cuca foi perguntado sobre uma resposta de Levir, que disse não planejar o ano de 2018 ainda por conta das inseguranças que os treinadores vivem no Brasil. Embora tenha contrato até o fim de 2018, o palmeirense concordou com o rival, deixando em dúvida sua permanência no clube.

- Faltam 12 rodadas no campeonato, não adianta ter contrato de cinco, dez anos com a equipe. Se as coisas não andam, a fila anda, você busca outros horizontes, o clube também. Eu não me aperto também em contrato longo. Quero ir bem esse ano. Quando acabar vamos ver se é bom continuar para o Palmeiras o Cuca continuar ou não, estamos muito abertos quanto a isso, também - encerrou.

Apesar do discurso, no Palmeiras há a esperança de que o técnico continue. Diferentemente do ano passado, quando foi embora em dezembro, até agora Cuca não deu nenhum indício internamente de que sairá mais uma vez.