Cuca

Cuca manteve a estratégia de não divulgar o time (Foto: Cesar Greco)

LANCE!
24/06/2016
18:57
São Paulo (SP)

Ninguém além de Cuca e seus auxiliares sabe qual será a escalação do Palmeiras no jogo contra o Cruzeiro, às 19h deste sábado, no Mineirão, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. O técnico não comandou nenhum treino coletivo antes desta partida e não divulgou nem aos jogadores a formação que mandará a campo, mas deu dicas em entrevista coletiva nesta sexta, já em Belo Horizonte.

- Lógico que às vezes eu monto o time em cima do adversário, mas isso vai até eu atingir o meu padrão de jogo. Na hora que sinto confiança, dou sequência. De repente já é hora de a gente manter nosso padrão e medir força com os adversários assim - disse o comandante alviverde.

Nos últimos dois jogos, Cuca escalou exatamente o mesmo time: Fernando Prass, Jean, Edu Dracena, Vitor Hugo e Egídio; Moisés e Tchê Tchê; Róger Guedes, Cleiton Xavier e Dudu; Gabriel Jesus. Os resultados foram bons (vitórias contra Santa Cruz e América-MG) e o desempenho também. Por isso, é possível que ele mantenha o time sem um volante de origem mesmo jogando fora de casa diante da Raposa.

- Nosso time foi bem contra o Coritiba sem volante fixo no segundo tempo, foi bem contra o Flamengo sem o volante fixo no segundo tempo, foi bem em duas partidas em casa sem o volante. Foi bem contra o Corinthians com o volante, contra o São Paulo não foi bem. São lembranças que a gente tem para decidir o melhor - despistou.

Se a opção tática tende a ser por uma equipe semelhante aos últimos jogos, há também a possibilidade de trocar jogadores por questões físicas. O lateral-direito Jean foi substituído ainda no intervalo da partida contra o América-MG, na terça-feira, e tem sido poupado de treinamentos desde então. Se for poupado, a opção automática é utilizar Fabiano como titular. Como o ex-cruzeirense está com amigdalite, outra alternativa seria colocar Tchê Tchê na lateral e adicionar Thiago Santos no meio.