Dudu

Dudu foi titular pela última vez em 24 de março, quando sofreu uma lesão (FOTO: Cesar Greco/Palmeiras)

LANCE!
23/05/2016
18:09
São Paulo (SP)

Os portões da Academia de Futebol mantiveram-se fechados por mais de uma hora enquanto o técnico Cuca treinava o Palmeiras nesta segunda-feira, já de olho no jogo contra o Fluminense, às 21h45 de quarta-feira, no Allianz Parque, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. Quando os jornalistas tiveram acesso, 13 jogadores estavam no campo: Thiago Santos, Dudu e os 11 titulares da derrota para a Ponte Preta.

São indícios das novidades que a escalação pode ter diante dos cariocas. Thiago Santos pode tomar a vaga de Matheus Sales, que não jogou bem contra a Macaca - Cuca o substituiu logo no intervalo e admitiu em sua entrevista coletiva que o volante não foi bem. Já Dudu ameaça Alecsandro, principalmente, e Róger Guedes.

Sob olhares dos jornalistas, o técnico comandou um trabalho de ataque contra a defesa. Ele mesmo se portou como jogador e se postou em uma linha de quatro ao lado de Thiago Santos, Thiago Martins e Vitor Hugo. A formação que atacava variou: a princípio, Matheus Sales e Alecsandro saíram. Quando eles voltaram, saíram Egídio, Cleiton Xavier e Róger Guedes.

O trabalho era voltado, principalmente, na infiltração dos atacantes na defesa em linha. É por isso que Cuca cogita utilizar Gabriel Jesus mais centralizado, com Dudu e Róger Guedes abertos, e sem um centroavante de origem.

Sendo assim, o provável Palmeiras tem Fernando Prass, Tchê Tchê, Thiago Martins, Vitor Hugo e Egídio; Matheus Sales (Thiago Santos) e Jean; Róger Guedes, Cleiton Xavier e Dudu (Alecsandro); Gabriel Jesus.

Barrios segue fora

Os demais jogadores do elenco fizeram um trabalho em campo reduzido e, quando a imprensa foi liberada, já estavam na sala de musculação. Edu Dracena, Gabriel, Allione e Barrios, que se recuperam de lesões, não foram ao gramado. O paraguaio tem um problema na panturrilha direita e deve seguir fora por mais duas ou três semanas.