LANCE!
28/10/2016
18:19
São Paulo (SP)

Vagner ou Vinicius Silvestre? A dúvida sobre o substituto do suspenso Jailson no clássico contra o Santos, às 19h30 deste sábado, na Vila Belmiro, só será desfeita minutos antes do apito inicial. O técnico Cuca diz que já tomou a decisão, mas prefere não divulgá-la para preservar o escolhido.

- Nós trabalhamos bem a semana toda, sabíamos que em algum momento não teríamos o Jailson, porque ele tinha dois cartões. O Vinicius está bem trabalhado. O Vagner também. O Vagner jogou três partidas no nosso pior momento, automaticamente não foi bem. E temos um menino que está despontando, treinando bem, seguro, com confiança. Eu já defini, vou deixar para falar para vocês mais em cima do jogo - disse Cuca.

- O problema é meu. O que eu fizer, estou meio certo e meio errado. Se eu puser o Vagner, por que não pôs o menino? Se puser o menino, por que não pôs o Vagner? Os goleiros já sabem quem vai ser. Quero preservar mais um pouquinho para eles terem uma calmaria maior. Não é fazer mistério. Temos a condição de esperar um pouco mais para preservar o jogador. O jogador assiste vocês. Se eu ponho um goleiro e vocês falam "ah, o Cuca não acertou" ele vai estar vendo. Depois vocês dão a porrada em mim, não tem problema. O torcedor vai ficar ansioso até 18h30? Acho que mais...


Vagner, 27 anos, chegou ao Palmeiras em janeiro após chamar a atenção a serviço de Ituano e Avaí. Ele  atuou em três partidas consecutivas assim que Fernando Prass foi convocado para a Olimpíada, mas não teve boas atuações diante de Atlético-MG, Botafogo e, sobretudo, Chapecoense. Foi aí que Jailson assumiu a condição de titular e não largou mais. Vagner jogou só mais uma partida, contra o Botafogo-PB, quando Cuca poupou o time todo.

Vinicius Silvestre, por sua vez, ainda não tem experiência profissional. O goleiro de 22 anos tem se destacado nos treinos e, por isso, passou a ficar no banco em algumas partidas, inclusive a última, contra o Sport. Neste mesmo dia, Cuca disse que ouviria o preparador de goleiros Oscar Rodríguez antes de tomar a decisão, mas deu a entender nesta sexta que fez uma escolha mais pessoal:

- Não foi bem assim (escolheu quem o preparador indicou). Mas é lógico que o Oscar trabalha com os goleiros, tem obrigação de me passar as coisas e logicamente tenho que ouvir.

Há outras duas dúvidas na escalação. Fabiano pode dar lugar ao volante Thiago Santos para que a marcação no meio de campo seja reforçada, o que faria Jean voltar à lateral direita. No ataque, Barrios é favorito para jogar ao lado de Gabriel Jesus e Dudu, mas Allione também tem chance.

- O Barrios é a nossa referência. Não participou do treino em virtude de um probleminha. Ele jogando, o Gabriel vai para o lado. Ele não jogando, entra o Allione. Vamos esperar o Barrios. Tirando isso, a única dúvida é o Thiago Santos ou o Fabiano, com Jean na lateral ou de volante.

Com isso, o provável Palmeiras tem Vinicius Silvestre (Vagner), Jean, Mina, Vitor Hugo e Zé Roberto; Thiago Santos (Fabiano), Tchê Tchê e Moisés; Dudu, Gabriel Jesus e Barrios (Allione).