Fellipe Lucena e Thiago Ferri
27/06/2016
23:06
São Paulo (SP)

O atacante Lucas Barrios pode deixar o Palmeiras nesta janela de transferências. O LANCE! ouviu de pessoas do clube que o paraguaio manifestou a intenção de ouvir propostas para sair. O motivo: ele sabe que não está entre os preferidos de Cuca para o ataque.

Em entrevista à Rádio Bandeirantes nesta segunda-feira à noite, o próprio técnico disse que Barrios revelou a ele a existência de uma oferta - o Verdão diz que não tem nada oficial na mesa.

- Não é fácil falar de um tema desses, mas a gente tem de expor ao torcedor. O Lucas tem proposta de fora, como o Cristaldo também. Você tem de sentir do jogador o comprometimento, precisa que ele diga que quer ficar, estar junto. O Barrios se machucou depois do jogo contra o Atlético-PR, demorou para curar. Ele teve uma conversa comigo há uma semana, disse que não estava feliz, que preferia se transferir, que tinha proposta. Passei para que conversasse com o Alexandre Mattos. O Alexandre conversou com ele, parece que não houve entendimento e voltou para mim. Vou escalar quem estiver melhor. Se eu sentir que ele não está com compromisso, tenho que colocar quem estiver compromissado.

Cuca disse em entrevistas recentes que o camisa 8 está em fase de transição após se recuperar de lesão na panturrilha direita, mas Barrios treina sem restrições há duas semanas e não tem sido relacionado por opção da comissão técnica.

Segundo pessoas ouvidas pela reportagem, a conclusão da conversa entre técnico e jogador foi de que “a fila andou” quando o centroavante se machucou, dias antes do jogo contra a Ponte Preta, pela segunda rodada do Brasileirão. Na ausência dele, Cuca conseguiu fazer o time encaixar com a formação que considera ideal, com Dudu, Róger Guedes e Gabriel Jesus se movimentando, sem uma referência.

Barrios sabe que, no cenário atual, conseguir uma sequência como titular é improvável. Cuca prefere atletas com outras características. E ainda tem Leandro Pereira chegando, o que aumentará a concorrência.

A situação do goleador era bem diferente há pouco tempo. Antes do Brasileiro,
ele conversou com Cuca e avisou que abriria mão da Copa América. O técnico aprovou a atitude e surpreendeu ao escalá-lo no lugar de Alecsandro na primeira rodada, contra o Atlético-PR. A esperada sequência viria, mas a lesão na panturrilha atrapalhou.

O LANCE! entrou em contato com a assessoria de imprensa de Barrios, que preferiu não conceder entrevista.  Na sua página no Twitter, o atacante deu a entender que se manifestará a respeito nesta quarta, mas deu indícios de estar incomodado com a situação. 

CREFISA TEM DE SER OUVIDA

Barrios é o único jogador do Palmeiras que a Crefisa arca com todos os gastos. Em qualquer negociação sobre o paraguaio, a patrocinadora deve ser consultada. Até agora, ninguém do clube entrou em contato para comunicar sobre uma possível saída do camisa 8.

Durante os três anos de contrato com o Verdão, a Crefisa gastará quase R$ 40 milhões em Barrios, somando todos os valores envolvidos, como salários, luvas e a rescisão com o Spartak Moscou (RUS), além de comissões. Por isso, não está definido o valor do centroavante para uma nova venda.

Está acordado que, se Barrios for vendido, a Crefisa pode, no máximo, recuperar o valor investido em 2015. Se a quantia for maior do que a paga pela empresa, o lucro vai apenas para o Verdão. Já se a negociação for por um valor menor, a patrocinadora assume o prejuízo.

O contrato de patrocínio da Crefisa e da Faculdade das Américas, que são dos mesmos donos, acaba em dezembro deste ano. O acordo por Barrios é diferente: vai até o fim do vínculo assinado com o Palmeiras, em julho de 2018. O jogador foi escolhido pelo clube e não um “presente“ definido pela patrocinadora.