Cuca

Cuca não recebeu novo gancho por conta da expulsão contra a Ponte Preta (Daniel Vorley/AGIF)

LANCE!
06/06/2016
18:45
São Paulo (SP)

Cuca foi julgado nesta segunda-feira à tarde pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e recebeu apenas uma advertência por conta da expulsão contra a Ponte Preta. Com isso, o técnico não recebeu outro gancho, além daquele por uso do ponto eletrônico, do qual o Verdão já recorreu.

O comandante do Verdão foi expulso na segunda rodada do Brasileiro porque "gesticulou de forma acintosa (dando soco no ar) contra a decisão do árbitro no momento da marcação de falta a favor da equipe da Ponte Preta", de acordo com a súmula assinada por Leandro Vuaden.

Durante a defesa, o advogado Américo Espallargas, que fez a defesa do Cuca, explicou que o técnico "tem uma ficha disciplinar louvável" e que no lance o treinador "não verbaliza, não usa palavra de baixo calão, não se dirige ao árbitro", e por isso a expulsão foi injusta. 

Ele cumpriu suspensão automática contra o Fluminense, partida na qual tentou usar um rádio para se comunicar com sua comissão técnica. Por esta infração, Cuca já foi julgado e recebeu duas partidas de suspensão, assim como seus auxiliares Cuquinha e Alberto Valentim.

A princípio, o trio não poderia estar no banco contra Flamengo e Corinthians, mas o Verdão entrou com um efeito suspensivo para seu treinador, e por isto Cuca foi a Brasília e deve estar no banco de reservas no Dérbi. Ele seguirá trabalhando até que o STJD julgue o caso novamente. Os auxiliares, por outro lado, já cumprem pena.