LANCE!
13/07/2016
07:45
São Paulo (SP)

O elogiado elenco do Palmeiras ainda não é suficiente para satisfazer o técnico Cuca. Após o empate por 1 a 1 com o Santos, nesta terça-feira, ele disse que não tinha peças para jogar como gostaria, com velocidade, e deixou claro que ainda deseja reforçar o grupo. O time lidera o Brasileiro com 29 pontos, um a mais que o Corinthians.

- É bom, importante a gente falar. Todos nós falamos, inclusive eu, que o Palmeiras tem um grande elenco, mas em alguns pontos não temos jogadores com as mesmas características (dos titulares). Nós temos muitos jogadores em uma determinada característica e algumas necessidades em outra característica. Sempre falo que, se você puder ficar mais forte, a chance de ganhar é maior. Estou contente com meu grupo, mas se a gente puder dar uma fortalecida antes do fechamento da janela é bom - disse Cuca, que não contou com os suspensos Thiago Santos, Róger Guedes, Gabriel Jesus e Alecsandro (doping) no clássico, além de ter perdido Moisés e Mina por lesão durante o primeiro tempo.

A janela para contratar jogadores que estão no exterior fecha na terça-feira da semana que vem, dia 19. Um dos jogadores analisados pelo clube é o meia Alejandro Guerra, venezuelano de 30 anos que tem se destacado pelo Atlético Nacional (COL) na Libertadores. Os valores e a possibilidade de o time colombiano disputar a final da competição, o que só permitiria uma transferência após o fechamento da janela, esfriaram qualquer possibilidade de acordo.


Este não é o único jogador sul-americano que encantou o treinador, acostumado a acompanhar as partidas da Libertadores. Os centroavantes Nico Lopez, que enfrentou o Palmeiras pelo Nacional (URU), e Marco Ruben, que encarou o Verdão com a camisa do Rosario Central (ARG), agradaram. Contratar um dos dois, porém, não é uma missão fácil. Os valores também têm impedido qualquer chance de negócio.

- Vamos buscar no nosso elenco as alternativas de velocidade que tínhamos contra o Santos. Era o Erik, e ele jogou. Não tínhamos outra alternativa. A gente usou as armas que tinha. Temos que conversar, esperar, se organizar, às vezes um tropeço é natural. E conversar com o presidente, com o Mattos, agora nesse fechamento de janela, dar uma avaliada no plantel, tudo o que fizemos de bom e o que podemos melhorar. Lesões vêm, desfalques vêm, principalmente na Olimpíada - acrescentou Cuca.


O Palmeiras perderá Fernando Prass e Gabriel Jesus durante a participação do Brasil na Olimpíada. Yerry Mina é nome certo na lista colombiana, mas lesionou a coxa esquerda contra o Santos e corre o risco de ser cortado.