Mano Menezes

Mano Menezes com Itair Machado e Wagner Pires de Sá durante a reunião que renovou contrato (Foto: Divulgação)

Thiago Ferri
20/10/2017
12:31
São Paulo (SP)

O Cruzeiro anunciou no fim da manhã desta sexta-feira a permanência de Mano Menezes. Campeão da Copa do Brasil, o técnico tinha contrato até dezembro e o renovou por mais duas temporadas, até o fim de 2019. Isto frustra os planos do Palmeiras, que tratava o treinador como o principal nome para substituir Cuca no ano que vem. 

A decisão foi tomada em uma reunião na manhã desta sexta-feira, entre Mano, 
o novo vice-presidente de futebol, Itair Machado, e o presidente recém-eleito na Raposa, Wagner Pires de Sá.

- Houve uma convergência absoluta entre os meus ideais para o futebol e o que planeja a nova diretoria - comentou Mano.

Havia a incerteza na permanência do treinador, por conta da reestruturação do departamento de futebol da Raposa, que perdeu pessoas de confiança de Mano. A nova diretoria, contudo, tinha como principal meta renovar o seu contrato, com direito a um aumento salarial e promessa de reforços importantes para que o Cruzeiro brigue pelos principais títulos de 2018.

O Palmeiras monitorava a situação do treinador, aquele que mais agradava à diretoria para assumir na próxima temporada. Agora, terá de pensar em outras opções para a vaga de Cuca, que deixou o clube na semana passada.

Por enquanto, o auxiliar Alberto Valentim é o interino e conta com o apoio do elenco e da torcida para ser efetivado. O capitão Dudu, antes do jogo contra a Ponte Preta, disse que esta era a vontade dos jogadores já no fim do ano passado, quando Eduardo Baptista chegou.

Com duas vitórias seguidas, Alberto levou o Palmeiras ao terceiro lugar no Brasileiro, a nove pontos do líder Corinthians, restando nove rodadas. Embora na diretoria ele seja visto como um profissional ainda "em evolução", o atual técnico disse que está pronto para o cargo.