Daniel Piva, Fellipe Lucena e Guilherme Moreira
12/05/2017
13:46
São Paulo  (SP) e Curitiba (PR)

O Palmeiras ofereceu 3 milhões de euros (R$ 10,2 milhões) pelo zagueiro Juninho e o Coritiba aceitou. Hoje dono de 50% dos direitos econômicos do jovem de 22 anos, o clube paranaense ainda vai manter 10% do total. A pedida inicial era de 5 milhões de euros (R$ 17 milhões). 

O Palmeiras agora discute com o estafe do jogador os últimos detalhes do contrato, que será assinado em breve e deverá ter duração de cinco temporadas. O Jr Team, clube de Londrina que ainda tem uma porcentagem dos direitos, também já deu aval para a venda.

A princípio, o defensor está à disposição de Pachequinho para a estreia do Coxa no Campeonato Brasileiro, segunda-feira, contra o Atlético-GO. A tendência, porém, é de que ele já não seja utilizado.

Juninho é um sonho antigo da diretoria do Palmeiras. O clube já havia tentado tirá-lo do Couto Pereira em janeiro, mas não conseguiu. Agora, intensificou a busca para compensar a saída de Vitor Hugo, que está a caminho da Fiorentina (ITA). Os clubes e o jogador já alinharam o acordo, faltando apenas a assinatura para que ele seja anunciado na Itália.

No Coritiba desde o Sub-17, Juninho estreou entre os profissionais em 2015 e tem 91 partidas, todas como titular - marcou uma vez com a camisa coxa-branca. Além de atuar como zagueiro, o atleta também pode jogar improvisado de lateral-esquerdo. Nesta temporada, ele fez 10 partidas. O zagueiro tem contrato com o Coxa até final de dezembro de 2020.