Jorge Moreira

Jorge Moreira, lateral-direito do Libertad (Foto: Divulgação)

Thiago Ferri
20/01/2016
10:00
Enviado Especial a Montevidéu (URU)

Às 19h30 (de Brasília), o Palmeiras entra em campo contra os paraguaios do Libertad, pela primeira fase da Copa Antel, torneio amistoso disputado em Montevidéu (PAR). Logo na estreia, o Verdão terá um antigo sonho como adversário no estádio Centenário: Jorge Moreira.

Rivais na fase de grupo da Libertadores de 2013, Palmeiras e Libertad criaram uma boa relação, tanto que Mendieta foi contratado pelo Alviverde. Moreira seria o próximo na lista. Entre 2013 e o início de 2014, o Verdão tentou a contratação do lateral-direito, um desejo do técnico Gilson Kleina que não se concretizou. A novela, cheia de idas e vindas, contou até com um capítulo trágico: o assassinato do agente do jogador de agora 25 anos.


Quase dois anos se passaram desde que a negociação não deu certo, e Moreira segue como jogador do Libertad - ele, inclusive, deve começar a partida desta noite como titular. Tanto quem vencer quanto quem perder ainda fará mais um jogo no torneio, no próximo sábado.

Nesta quarta, o jogo do Palmeiras abre os trabalhos no Centenário, às 19h30 (horário de Brasília), e às 22h15 haverá o clássico Nacional e Peñarol. Três dias depois, as equipes voltam ao estádio: no primeiro horário haverá a disputa pelo terceiro lugar, e mais tarde os dois vencedores definem o campeão.

Em caso de empate no tempo normal, a decisão irá para os pênaltis. Cada time pode fazer cinco alterações no decorrer do confronto e por isto o técnico Marcelo Oliveira deve fazer alguns testes no primeiro amistoso do ano.

A expectativa é de que pouco mais de 30 mil pessoas estejam no Centenário para assistir aos dois jogos. Na semana passada, Nacional, Peñarol, Banfield e Cerro Porteño fizeram um outro quadrangular, também no estádio Centenário – o Peñarol acabou como campeão. A equipe também teve de passar pelo rival uruguaio na primeira partida, antes de enfrentar o Cerro na decisão e vencer, por 1 a 0. No clássico, cerca de 25 mil pessoas foram ao Centenário e a organização espera um público um pouco melhor para o torneio com o Verdão.

São dois os motivos para isto: primeiro, a presença do Palmeiras, que os organizadores esperam que sirva para seduzir o público que se interessa pelo futebol brasileiro, além de o fato de muitos na última semana ainda estarem viajando no fim das férias. Não foi divulgada parcial de ingressos vendidos.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS x LIBERTAD (PAR)

Local:
estádio Centenário, em Montevidéu (URU)
Data e horário: 20 de janeiro de 2016, quarta-feira, 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Andrés Cunha (URU)
Assistentes: Horácio Ferrero e Javier Castro (ambos do Uruguai)

PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas, Edu Dracena, Vitor Hugo (Leandro Almeida) e Zé Roberto; Arouca e Matheus Sales; Robinho, Dudu e Gabriel Jesus; Alecsandro. Técnico: Marcelo Oliveira

LIBERTAD: Muñoz; Moreira, Balbuena, Benitez e Baez; Aquino, Molinas, Medina; Leichtweis, Salcedo e Recalde. Técnico: Eduardo Rivera