Thiago Ferri
20/08/2017
07:00
São Paulo (SP)

O Palmeiras começa neste domingo uma série de três dos próximos quatro jogos no Allianz Parque. Às 19h, receberá a Chapecoense, e na semana que vem fará o Choque-Rei contra o São Paulo, também na arena. Diante de dois times que lutam para não cair no Brasileiro e com um clássico pela frente, o Verdão tem a chance que precisa para recuperar a confiança de seu torcedor.

Até agora, foram vendidos cerca de 17 mil ingressos para o jogo desta noite e o clube corre o risco de ter seu pior público como mandante na temporada. Em 2017, o Verdão jogou para, no mínimo, 21 mil pessoas - a vitória sobre o Mirassol, no Campeonato Paulista, foi vista por 21.488 pagantes. Nenhum time na Série A, além do Verdão, teve público sempre acima de 20 mil torcedores.

A procura mais baixa para este fim de semana se dá ainda pela frustração da queda na Libertadores. O último jogo na arena foi justamente contra o Barcelona (ECU), que tirou o Verdão nos pênaltis. Agora, resta apenas o Campeonato Brasileiro.

Estabelecido na quarta colocação, o Palmeiras tenta subir no torneio em que defende o título. A série que pode reanimar a torcida, e fazer o time se aproximar dos ponteiros, foi justamente a que complicou o Verdão no primeiro turno.

Diante de Chapecoense, São Paulo, Atlético-MG e Coritiba, os quatro próximos rivais, o time somou apenas um ponto, diante do Galo, em casa. Os outros três confrontos foram como visitante, e agora a tabela se inverte. A sequência no Allianz, onde perdeu só duas das 22 partidas no ano, pode ser um trunfo para, quem sabe, sonhar com algo mais.

- Não vejo as coisas horrorosas. Estamos em quarto lugar, e ano passado se acabasse assim ninguém ia reclamar. Pelo que foi planejado e prometido, entre aspas, estão todos chateados. Vamos tentar ser o melhor do segundo turno e ver o que a gente alcança. Se conseguirmos brigar pelo título, vamos até o fim - avisou Cuca.