Marcelo Oliveira Coletiva Palmeiras x Ferroviária
LANCE!
29/02/2016
08:00
São Paulo (SP)

No domingo, Marcelo Oliveira chegou a 50 jogos no comando do Palmeiras. Embora tenha conquistado o título da Copa do Brasil no fim de 2015, o técnico tem aproveitamento de apenas 51,3% dos pontos desde que chegou, em junho. Com um alto número de derrotas (17), o comandante disse que não pode se torturar diante do retrospecto ruim.

- Meus números não são esses, mas tem sido assim, não dá para ficar torturando com as derrotas e pensar no percentual. Tem de pensar que pode jogar melhor. (Contra a Ferroviária) Era a mesma proposta do último jogo de marcar forte e sair jogando, lateral passando, Dudu e Jesus com velocidade. Era tudo bem planejado, e na prática não conseguimos fazer - lamentou.

Quando Marcelo afirma que "seus números não são esses", o técnico usa como base o retrospecto tanto por Coritiba quanto por Cruzeiro, equipes pelas quais ficou mais de 100 jogos e saiu com aproveitamento acima de 62%. Só no Vasco, em que ficou apenas dez jogos em 2012 (duas vitórias, dois empates e seis derrotas), o comandante não tinha ido bem.

Marcelo no Palmeiras:

- 22 vitórias
- 11 empates
- 17 derrotas

Criticado desde o fim do ano passado, Marcelo Oliveira não tinha sua demissão cogitada na Academia de Futebol, mas um novo tropeço na quinta-feira, contra o Rosario Central (ARG), pode complicar a vida do treinador, que tem contrato até dezembro. Na sexta, antes da derrota para a Ferroviária, ele já havia respondido sobre o temor de uma demissão:

- Sei que muitos vão estar apostando quando o técnico vai sair, mas se não for aqui vai ter outros lugares que vão ter campos, bolas, coletes para trabalhar da mesma forma - completou o comandante.