Cleiton Xavier

Cleiton Xavier em entrevista coletiva no Palmeiras (Foto: Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)

LANCE!
10/08/2016
18:10
São Paulo (SP)

Se a maioria dos palmeirenses está torcendo para a Dinamarca eliminar o Brasil dos Jogos Olímpicos, Cleiton Xavier pensa o contrário. Mesmo que a saída precoce da Seleção signifique o retorno antecipado de Gabriel Jesus, artilheiro do Brasileiro com dez gols, o meia alviverde torce para que o time continue na Rio-2016 em busca da inédita medalha de ouro na categoria.

- (Quanto vai torcer contra a Seleção?) Zero (risos). Torço para que passe e ganhe a medalha. O Gabriel é importante para o nosso time, mas eu estou torcendo bastante para que a Seleção passe de fase - afirmou o camisa 10.

O retorno de Gabriel Jesus para a próxima rodada seria uma solução para um time que atualmente está sem centroavantes: Leandro Pereira é dúvida com uma entorse no joelho esquerdo, enquanto Barrios está fora com uma lesão muscular e Alecsandro foi suspenso por doping. Rafael Marques e Róger Guedes são as outras possibilidades para o setor.

Justamente no período sem Jesus, o Verdão passou por sua maior instabilidade: foram duas derrotas e um empate até o triunfo sobre o Vitória, no domingo. Para Cleiton, o momento faz parte de uma oscilação comum no Brasileiro.

- Não mudou nada, o time oscilou e é normal que a gente fique triste. Retomamos o rumo das vitórias, fizemos um bom segundo tempo contra a Chapecoense, até o primeiro tempo, mas a confiança volta. Por isso a felicidade de todos - analisou.

- É difícil manter a regularidade num torneio como o Brasileiro, mas ganhamos na última rodada e esperamos retomar aquela sequência que tivemos antes.

O Verdão é o líder do Brasileirão com 36 pontos e volta a campo no domingo para enfrentar o Atlético-PR, na Arena da Baixada.