Rafael Marques - Palmeiras (FOTO: Cesar Greco/Palmeiras)

Rafael Marques no vestiário do Allianz Parque: cena se repetirá em 2016? (FOTO: Cesar Greco/Palmeiras)

Thiago Ferri
06/01/2016
16:31
São Paulo (SP)

O Henan Jianye (CHN) recusou a segunda proposta do Palmeiras para comprar os direitos econômicos de Rafael Marques. O Verdão havia oferecido um pouco menos da metade da multa rescisória de 1,5 milhão de dólares (R$ 6 milhões), e a quantia ainda não agradou aos chineses. Ainda assim, o clube asiático está disposto a seguir as conversas, já que sua pedida não está distante daquilo que foi ofertado pelo atual campeão da Copa do Brasil.

Aos 32 anos de idade, Rafael Marques tem mais um ano de contrato com o Henan Jianye (CHN) e não quer voltar para o país. Seu desejo é renovar com o Palmeiras e disputar a Libertadores no Allianz Parque. A vontade do atacante, que já definiu as bases de um contrato de três anos com o Verdão, é o principal fator a favor do clube nesta queda de braço. 

A primeira proposta feita pelo Palmeiras também era de aproximadamente a metade do valor da multa (em torno de R$ 3 milhões), e o Henan recusou. O Verdão, então, aumentou a quantia e mudou a forma de pagamento. Ainda assim, não chegou ao desejado pelos asiáticos.

O camisa 19 ainda aguarda o desfecho da novela e não se apresentou nesta quarta-feira com o restante do grupo alviverde na Academia de Futebol. Vice-artilheiro da última temporada com 15 gols, Rafael já foi sondado por outros times brasileiros, e não deve deixar o país, mesmo que a negociação com o Palmeiras se encerre sem um desfecho positivo. 

O elenco, também, deseja a permanência do jogador. Durante a comemoração do título da Copa do Brasil, os atletas cortaram o discurso de Alexandre Mattos para gritar "Fica, Rafael".