Thiago Ferri
21/09/2016
07:00
São Paulo (SP)

Com praticamente um time inteiro poupado, o Palmeiras entra em campo nesta quarta-feira cheio de jogadores à espera de uma oportunidade. O principal caso, talvez, seja o de Lucas Barrios. Atrapalhado por lesões, o camisa 8 deve começar a partida contra o Botafogo-PB, às 19h30, no estádio Almeidão, como titular, para conseguir no Verdão a mesma confiança que se tem nele na seleção paraguaia.

Mesmo jogando pouco, o centroavante foi convocado pelo ex-palmeirense Arce para os jogos do Paraguai contra Colômbia (dia 6) e Argentina (dia 11), pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. Nesta quarta, ele começará sua primeira partida desde 12 de julho, quando foi titular contra o Santos, no Allianz Parque, pelo Brasileirão.

Desde então, Barrios voltou ao banco e, quando parecia que iria deslanchar ao entrar e fazer um gol contra o Vitória, sofreu uma lesão na coxa direita que o deixou fora por um mês. A concorrência pesada e o fato de não ter o estilo de jogo preferido de Cuca mantiveram o camisa 8 no banco de reservas.

Se no Dérbi o camisa 30 teve apenas uma chance clara e parou em Cássio, desta vez Barrios encontra um cenário bem mais favorável. Isto porque o Botafogo-PB está pensando no acesso à Série B do Brasileiro

Contra o Corinthians, sábado, ele tinha chance de começar jogando, mas perdeu a vaga para Leandro Pereira, que também não atuava desde aquela partida contra o Vitória.

Se no Dérbi o camisa 30 teve apenas uma chance clara e parou em Cássio, desta vez Barrios encontra um cenário bem mais favorável. Isto porque o Botafogo-PB está pensando no acesso à Série B e, por isso, deve também usar uma equipe alternativa. Com os 3 a 0 obtidos no Allianz Parque, o Verdão pode perder até por dois gols de diferença que, mesmo assim, passa de fase. Se o Palmeiras marcar uma vez, a equipe paraibana terá de fazer pelo menos 5 a 1.

No time ideal, Cuca tem dois atacantes garantidos: Dudu e Gabriel Jesus. Erik, Róger Guedes e Rafael Marques vêm se revezando na terceira posição. Barrios quer entrar nesta disputa, ainda que assim mude a característica da equipe, já que Jesus tem sido a referência.

Acompanhado de grande expectativa da torcida, o camisa 8 quer mostrar que merece ser mais usado. Nesta quarta, ele tem a chance esperada.