LANCE!
12/11/2016
07:30
São Paulo (SP)

O Palmeiras pode ter um importante desfalque no jogo contra o Atlético-MG, quinta-feira, em Belo Horizonte: o zagueiro Yerry Mina sofreu uma lesão na coxa esquerda enquanto estava a serviço da seleção colombiana e corre contra o tempo para conseguir jogar. Cuca espera contar com o camisa 26, mas uma eventual ausência não deve ser motivo de grande preocupação. É o que mostram os números de seu substituto, Edu Dracena.

Nas 13 partidas em que Dracena foi titular no Brasileirão - ele foi acionado no decorrer de outros dois jogos -, o time só foi vazado nove vezes - média de 0,6 gol sofrido por jogo. O índice é até melhor do que o exibido por Yerry Mina: com ele em campo, foram 11 partidas na competição nacional e oito gols sofridos (média de 0,72).

Das últimas cinco partidas em que ele começou jogando, o Verdão só sofreu gols em uma (vitória por 3 a 2 sobre o Santa Cruz). Contra Cruzeiro, América-MG, Corinthians e Grêmio a defesa passou ilesa.

Além disso, Dracena é um dos três jogadores do elenco que já sentiram o sabor do título brasileiro. Ele ganhou em 2003, pelo Cruzeiro, e em 2015, pelo Corinthians. Jean, campeão por São Paulo e Fluminense, e Egídio, bicampeão pelo Cruzeiro, são os outros atletas que têm esse título no currículo. Cuca acredita que essa vivência pode ser decisiva para conter a ansiedade do grupo na reta final da competição deste ano.

Contratado para formar dupla com Vitor Hugo na Libertadores, Edu Dracena pouco conseguiu atuar no primeiro semestre, prejudicado por lesões. Recuperado e em boa forma, ele acabou sendo superado por Mina, um xodó da comissão técnica e da torcida, mas não deixa de ser importante. Joga sempre que um dos titulares se ausenta e mantém-se como líder do elenco. No ano, ele tem 25 jogos disputados.

AS DUPLAS DE ZAGA DO VERDÃO NO BRASILEIRO

Vitor Hugo e Mina

A dupla “Vitamina” atuou em dez jogos do Brasileiro: sete vitórias, dois empates e uma derrota, com oito gols sofridos. Com os dois, o time nunca levou mais de um gol no mesmo jogo.

Vitor Hugo e Edu Dracena
Dupla começou junta em 11 partidas: seis vitórias, dois empates e três derrotas. Foram nove gols sofridos nesses jogos.

Vitor Hugo e Thiago Martins
Foram escalados em dez partidas: cinco vitórias, três empates e duas derrotas. Dez gols sofridos nesses jogos.

Mina e Edu Dracena
Começaram juntos em apenas uma partida do Brasileirão: vitória por 2 a 0 sobre o Corinthians, em Itaquera.

Thiago Martins e Edu Dracena
Dupla também foi escalada uma só vez ao longo da competição, curiosamente também em um Dérbi: vitória por 1 a 0, no Allianz Parque. Vitor Hugo cumpriu suspensão nos dois jogos contra o Corinthians.

Vitor Hugo e Thiago Santos
Volante atuou improvisado na zaga na vitória por 4 a 3 sobre o Grêmio, no primeiro turno.