Paulo Nobre

O programa de sócios implementado por Nobre é uma das principais fontes de renda do Verdão (foto: Cesar Greco)

LANCE!
13/11/2016
15:18
São Paulo (SP)

Em entrevista ao jornal “A Bola”, de Portugal, o presidente Paulo Nobre falou sobre o programa de sócios Avanti. O mandatário do Verdão disse que o Benfica, referência no quesito, serviu de inspiração para o Palmeiras investir no projeto que é, atualmente, uma das maiores fontes de renda do clube. 

– Quando chegamos, de 50% a 60% das nossas receitas vinham da TV, como sucede ainda hoje com muitos clubes brasileiros. Hoje essa fatia é de 20% a 25% - explicou Nobre.

Quando Nobre chegou à presidência do Palmeiras, em janeiro de 2013, o clube contava com aproximadamente oito mil sócios. O mandatário colocou o Avanti como prioridade nas ações de marketing do Verdão, e esse número subiu de forma assombrosa. Hoje, o Palmeiras conta com 126.728 sócios torcedores, atrás apenas do Corinthians, que tem 123.803.

- Encontramos no programa Avanti, que não foi inventado por nós, já havia desde 2007, uma interessante fonte de receitas. O Benfica, aliás, foi a nossa inspiração, como foi para muitos outros clubes, porque criou um programa de sucesso antes de todos – acrescentou o presidente.