Alexandre Guariglia e Thiago Ferri
04/03/2016
00:20
São Paulo (SP)

Um jogo com cara de Copa Libertadores. Com cara de Fernando Prass, disparado o melhor em campo na vitória do Palmeiras por 2 a 0 sobre o Rosario Central (ARG). O goleiro pegou pênalti e até vento. Veja a repercussão do jogo no vestiário do Allianz Parque. Confira as notas do LANCE!:

PALMEIRAS

8,5
Fernando Prass

Quando o time precisou, foi seguro, fez duas grandes defesas e pegou um pênalti. “Só” isso. Decisivo mais uma vez.

4,5
Lucas

Salvou um gol do Rosario em cima da linha, mas segue tendo problemas na defesa. Rosario explorou muito o seu lado.

5,5
Thiago Martins

Bom primeiro tempo, fazendo o simples. Na etapa final, foi um dos que mais perdidos com a pressão dos argentinos.

6,5
Vitor Hugo

Marcou Ruben durante boa parte do jogo e levou a melhor na maioria dos lances. Bem pelo alto e por baixo.

5,0
Zé Roberto

Foi bastante ao ataque no primeiro tempo, mas parece ter cansado. Defensivamente muito mal no segundo tempo.

5,5
Thiago Santos

Principal ladrão de bolas, levou um cartão cedo e isto o atrapalhou. Pouco fez na saída de bola e saiu no segundo tempo.

5,0
Jean

Teve atuação apagada nos dois tempos. Após a saída de Thiago Santos na etapa final, teve de marcar mais.

4,5
Robinho

Começou ditando o ritmo, aparecendo nas duas áreas, mas caiu muito. Teve boa chance desperdiçada e fez o pênalti.

5,5
Dudu

Teve uma excelente chance logo no começo, mas mandou na trave. Encontrou Allione livre para fechar o placar do jogo.

5,5
Gabriel Jesus

Válvula de escape no primeiro tempo, foi atrapalhado pelo campo pesado. Reclamou de muitas faltas, também.

7,5
Cristaldo

Brigou e fez o gol em lance que muitos desistiriam. Com o time recuado no segundo tempo, pouco fez.

5,5
Arouca

Entrou para jogar com liberdade para atacar. Atrás, passou por sufoco, como o time em todo segundo tempo.

6,5
Rafael Marques

Participou pouco pela postura retraída do time, foi bem quando acionado. Criou a jogada do segundo gol.

7,0
Allione

Entrou na vaga de Robinho já no fim do jogo e no último lance marcou o gol que tirou o Palmeiras do sufoco.

5,0
Téc.: Marcelo Oliveira

O time começou muito bem, mas teve um segundo tempo horroroso, sempre acuado. Brincou com a sorte.

Palmeiras x Rosario Central
Allione e Dudu festejam segundo gol (Foto: Mauro Horita/Lancepress!)

ROSARIO CENTRAL (ARG)

5,0
S. Sosa

Não inspirou a menor confiança. Atabalhoado no lance do gol.

5,0
V. Salazar

Principais jogadas do Palmeiras saíram pelo seu lado. Foi mal.

4,5
E. Burgos

Jogou ao lado de Salazar e deixou o adversário jogar em seu setor.

5,5
J. Pinola

Foi bem quando fez o simples, foi mal quando quis inventar.

5,0
P. Álvarez

Principal saída de bola no primeiro tempo. Foi mal no segundo gol

5,5
D. Musto

Cão de guarda no meio-campo, faz o trabalho ‘sujo’ e sabe jogar.

5,5
H. Da Campo

Jogou firme e se arriscou no ataque. Quase marcou o seu.

6,0
G. Colman

Articulador das jogadas, foi o maestro do Rosario.

6,0
F. Cervi

Movimentação e habilidade atrapalhou a marcação palmeirense.

5,5
J. Aguirre

Deslocado de posição no segundo tempo, acabou aparecendo mais.

4,5
M. Ruben

Perdeu pênalti e uma oportunidade muito clara de gol.

6,0
Herrera

Sua entrada no ataque mexeu completamente com o jogo.

6,0
Lo Celso

Outro que entrou e atormentou a vida da defesa do Palmeiras


Protti

Pouco tempo em campo.

6,0
Téc: Eduardo Coudet

Embora tenha sido derrotado, mudou o jogo depois do intervalo e colocou pressão no Verdão.