Fellipe Lucena
20/11/2017
08:00
São Paulo (SP)

Willian, Borja ou Deyverson? O mais provável é que Alberto Valentim escolha Deyverson, autor de quatro gols nos últimos dois jogos, para ser titular contra o Avaí, às 20h desta segunda-feira, na Ressacada, mas haveria motivos para escolher qualquer um dos centroavantes do elenco.

Pela primeira vez na temporada, os três jogadores da posição estão em alta simultaneamente. Com Borja de volta de sua seleção - onde disputou 45 minutos de um amistoso contra a China e marcou dois gols -, todos estão disponíveis para jogar em Florianópolis. Está nas mãos do treinador.

Deyverson começou jogando contra Flamengo e Sport devido à convocação de Borja e à recente lesão de Willian: marcou dois gols em cada jogo.

Anteriormente, foi a contusão de Willian que permitiu a Borja que entrasse ainda no primeiro tempo do jogo contra a Ponte Preta e fosse titular diante de Grêmio, Cruzeiro e Corinthians. O camisa 9 fez três gols no período e recebeu elogios pela disposição que demonstrou.

Antes de tudo isso, Alberto Valentim havia escolhido Willian para ser o seu centroavante - com Cuca, ele vinha jogando pelos lados e Deyverson era o comandante do ataque. Willian atuou na posição nos dois primeiros jogos do interino, contra o Atlético-GO (fez um gol) e contra a Ponte, antes de machucar a coxa esquerda.

Com 17 gols em 50 jogos, Willian é o artilheiro do time na temporada e tem as melhores credenciais entre os três. Ao contrário dos dois concorrentes, conseguiu manter uma boa regularidade ao longo de todo o ano. Borja chegou a ficar quatro meses sem marcar um gol, enquanto Deyverson acostumou-se a ouvir críticas da torcida mesmo no período em que era titular absoluto.

O colombiano tem 41 jogos na temporada e dez gols marcados. Deyverson, que chegou na janela do meio do ano, é o dono da melhor média entre os três: sete gols em 18 jogos.

Os três têm contratos longos com o Palmeiras, mas ainda não é possível afirmar que todos ficarão no clube para a próxima temporada. Borja recebeu propostas da Europa no meio da temporada e admitiu recentemente que o Junior Barranquilla e o Atlético Nacional, seu clube anterior, querem levá-lo de volta à Colômbia. Deyverson viu seu nome na "lista de demissões" elaborada pela Mancha Alviverde em protesto na frente da Academia e disse na semana passada que vai acatar se a diretoria quiser emprestá-lo, embora queira ficar.

Além do trio, Erik foi escalado por Alberto Valentim como centroavante, na derrota por 3 a 1 para o Vitória. Deyverson cumpriu suspensão nesta partida, enquanto Borja já havia viajado para defender a Colômbia e Willian não havia sido liberado pelos médicos. 

O DESEMPENHO DO TRIO:

DEYVERSON NA TEMPORADA:
Jogos:
18
Jogos como titular: 14
Jogos completos: 9
Gols: 7

DEYVERSON COM VALENTIM:
Jogos: 5
Jogos como titular: 2
Jogos completos: 2
Gols: 4

BORJA NA TEMPORADA:
Jogos:
41
Jogos como titular:​ 20
Jogos completos: 9
Gols: 10

BORJA COM VALENTIM:
Jogos: 5
Jogos como titular: 3
Jogos completos: 2
Gols: 3

WILLIAN NA TEMPORADA:
Jogos: 50
Jogos como titular: 41
Jogos completos: 16
Gols: 17

WILLIAN COM VALENTIM:
Jogos:
3
Jogos como titular: 2
Jogos completos: 0
Gols: 1