Fellipe Lucena
17/10/2017
08:00
São Paulo (SP)

A grande atuação na vitória por 3 a 1 sobre o Atlético-GO, no último domingo, deve garantir a Keno uma vaga entre os titulares do Palmeiras no jogo contra a Ponte Preta, às 20h de quinta-feira, no Pacaembu. A última vez que o camisa 27 começou jogando em dois compromissos consecutivos foi há quatro meses: triunfos contra Bahia (4 a 2) e Atlético-GO (1 a 0), nos dias 18 e 21 de junho.

Não é justo dizer que Keno não teve espaço com Cuca, demitido no fim da semana passada: o atacante jogou 25 dos 34 jogos do Verdão com o treinador, que avalizou sua contratação ainda em 2016, quando o atleta estava se destacando pelo Santa Cruz.

No entanto, ele não conseguiu se fixar entre os titulares: iniciou apenas 11 destas partidas, sendo que a maior sequência durou apenas três, contra Atlético-MG (0 a 0), Coritiba (0 a 1) e Fluminense (3 a 1). Com Eduardo Baptista, sua maior série como titular durou quatro partidas, contra Corinthians (0 a 1), Ferroviária (4 a 1), Red Bull (3 a 1) e Atlético Tucumán (1 a 1).

Cuca costumava escalar Willian ou Róger Guedes pela direita, com o capitão Dudu na esquerda e um centroavante (geralmente Deyverson). No primeiro jogo após a demissão, Alberto Valentim usou Willian como centroavante, no lugar de Deyverson, abrindo espaço para Keno ocupar o lado direito do ataque. 

A ausência de Róger Guedes também colaborou. Bastante utilizado por Cuca e Eduardo Baptista - é o atleta de linha com mais jogos na temporada, 48, empatado com Willian -, o camisa 23 foi afastado do elenco para fazer um trabalho de recondicionamento físico. Motivo: tanto diretoria quanto jogadores entenderam que ele não estava se dedicando como deveria nos treinos e nos jogos.

- Pegou a todos de surpresa. A gente teve uma reunião, não era sobre isso. Falaram sobre comprometimento, companheiros que tinham que dar mais no treinamento, e aconteceu isso. Ele é um grande jogador, pode nos ajudar muito. Depende dele também - comentou Keno, sobre o concorrente.

Aos 28 anos, Keno tem 44 jogos e sete gols pelo Palmeiras. Ele deu três assistências desde que chegou ao clube, todas no último domingo.