LANCE!
02/09/2016
09:20
São Paulo (SP)

Desde que voltou ao Palmeiras no ano passado, Rafael Marques fez sete gols nos 14 clássicos que disputou. Entre os três rivais do estado, a principal vítima é o São Paulo. Foram três gols contra o time do Morumbi, que por pouco não levou o camisa 19, há dois meses.

O Tricolor chegou a cogitar uma troca com Michel Bastos e manteve conversas para comprar Rafael, mas no fim o atacante fez o sétimo jogo no Brasileiro e não pôde sair. Os são-paulinos não foram os únicos que fizeram sondagens, afirmou o atacante nessa quinta.

- Sendo bem sincero, não foi só o São Paulo que me procurou. Estava ciente de alguns interesses, não que eu teria negociado com A, B ou C. Quem faz este trabalho para mim é meu empresário, eu fico focado no meu trabalho. Todos sabem o transtorno que foi minha negociação aqui. Querendo ou não, não estar jogando muito chateia, mas vocês me acompanham no dia a dia, eu sou um dos primeiros a chegar, um dos últimos a ir embora. Vai ser assim até o fim do ano, vou continuar trabalhando - afirmou.

Rafael Marques contra:

- Corinthians: quatro jogos e dois gols;

- Santos: seis jogos e dois gols;

- São Paulo: quatro jogos e três gols

-  De um lado isto me motivava, porque se há interesse é porque tenho qualidade, não estou no Palmeiras à toa, mas sempre respeitei o momento dos meus companheiros, como hoje eles respeitam o meu. O Cuca e a direção contavam comigo. Sabia que a qualquer momento poderia ter minha oportunidade, ter uma sequência de jogos, que é o que eu mais quero. Espero ter esta sequência no segundo turno, sei que não é fácil para o Cuca, tem muito jogador, mas com estes dois últimos jogos como titular, espero poder mostrar por que eu fiquei no Palmeiras - acrescentou.

Com Gabriel Jesus na Seleção, Rafael Marques já fez duas partidas como titular e marcou em ambas - contra a Ponte Preta e Botafogo-PB. E ele tem boas chances de começar também o Choque-Rei, quarta-feira. Isto porque Jesus jogará contra a Colômbia na terça-feira, em Manaus (AM), e provavelmente será titular. Com isso não haverá tempo de recuperação entre um jogo e outro.

- Hoje o meu foco é estar jogando e atuando bem. Este negócio de clássico deixo para vocês da imprensa. Óbvio que em jogos assim eu gosto, é uma atmosfera diferente, ela já vem naturalmente, e eu tenho a sorte de em clássico estar sempre marcando gols, atuando bem. Espero que caso eu jogue não seja diferente, fazendo gols ou não, que a gente saia de campo com os três pontos, e mais perto do nosso objetivo, que falta pouco - completou Rafael.