icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
31/08/2015
15:04

Titularidade, quatro gols em dois jogos e assédio da imprensa: Gabriel Jesus tem se mostrado tranquilo quanto à sua nova realidade no Palmeiras. Em entrevista coletiva na Academia de Futebol nesta segunda-feira, a joia da base alviverde prometeu à torcida muito trabalho para sanar o que chamou de "carência" do Verdão em relação a novos ídolos.

- Não quero ser só um jogador. Quero ser ídolo aqui. Meu foco é aqui, minha vida é aqui. Foi este clube que abriu as portas para o meu sonho. Sou feliz vestindo essa camisa e convivendo com a grandeza daqui. Para virar ídolo, preciso ficar muitos anos – afirmou.

Sorridente e sincero, o garoto não titubeou para falar sobre seus referências nos gramados: Ronaldo e Ronaldinho Gaúcho. Consciente de seu momento no Palmeiras, ele se vê capaz de atingir novos patamares no clube e, quem sabe, um dia se igualar aos craques:

- Antes era difícil subir da base para o profissional, hoje melhorou muito. O Palmeiras está carente de ídolos desde Marcos, o que eu posso dizer é que vou trabalhar forte e quero honrar demais essa camisa.

Mesmo sonhando com o futuro no Verdão, o atacante sabe que ainda é cedo e não pode pular etapas. Cercado pela família e amigos, Jesus ainda se vê como um garotinho. Tanto é que fez questão de cantar a nova música da torcida em sua homenagem. 

- Tenho um admiração enorme por essa torcida, sempre me apoiram. Ela é a base de tudo. Apesar da cara de bravo, ainda sou um menino. Gosto de brincar, de dar risada. Sou humilde, venho de um lugar assim. Minha mãe soube cuidar muito de mim e dos meus irmãos. Sou extrovertido e tranquilo – declarou.



Titularidade, quatro gols em dois jogos e assédio da imprensa: Gabriel Jesus tem se mostrado tranquilo quanto à sua nova realidade no Palmeiras. Em entrevista coletiva na Academia de Futebol nesta segunda-feira, a joia da base alviverde prometeu à torcida muito trabalho para sanar o que chamou de "carência" do Verdão em relação a novos ídolos.

- Não quero ser só um jogador. Quero ser ídolo aqui. Meu foco é aqui, minha vida é aqui. Foi este clube que abriu as portas para o meu sonho. Sou feliz vestindo essa camisa e convivendo com a grandeza daqui. Para virar ídolo, preciso ficar muitos anos – afirmou.

Sorridente e sincero, o garoto não titubeou para falar sobre seus referências nos gramados: Ronaldo e Ronaldinho Gaúcho. Consciente de seu momento no Palmeiras, ele se vê capaz de atingir novos patamares no clube e, quem sabe, um dia se igualar aos craques:

- Antes era difícil subir da base para o profissional, hoje melhorou muito. O Palmeiras está carente de ídolos desde Marcos, o que eu posso dizer é que vou trabalhar forte e quero honrar demais essa camisa.

Mesmo sonhando com o futuro no Verdão, o atacante sabe que ainda é cedo e não pode pular etapas. Cercado pela família e amigos, Jesus ainda se vê como um garotinho. Tanto é que fez questão de cantar a nova música da torcida em sua homenagem. 

- Tenho um admiração enorme por essa torcida, sempre me apoiram. Ela é a base de tudo. Apesar da cara de bravo, ainda sou um menino. Gosto de brincar, de dar risada. Sou humilde, venho de um lugar assim. Minha mãe soube cuidar muito de mim e dos meus irmãos. Sou extrovertido e tranquilo – declarou.