Rafael Marques - Palmeiras (FOTO: Cesar Greco/Palmeiras)

Rafael Marques renovou por mais dois anos com o Palmeiras (FOTO: Cesar Greco/Palmeiras)

LANCE!
27/01/2016
12:47
São Paulo (SP)

De contrato novo, Rafael Marques mostrou-se empolgado com a chance de conquistar a Libertadores no Palmeiras. A alegria do atacante por ter ficado no Verdão contrasta com o nervosismo e incômodo do jogador durante a arrastada negociação com o Henan Jianye (CHN). 

- A demora me incomodou muito, porque eu tenho família, esposa, filhos, tinha que traçar meus objetivos. Eu moro sozinho aqui em São Paulo (SP), meu objetivo era trazer minha família para cá, mas a indefinição não deixava definir nada. Eu não ia voltar para a China, mas não sabia para onde iria. Isto me incomodou bastante, até pelo fato de ter ido bem, e deixar acontecer nos acréscimos, começou a negociação no último mês, em dezembro mesmo, lá embaixo. Deu certo, estou contente de ficar. Independente se teve de sofrer, valeu a pena. Espero ficar ainda mais do que dois anos - afirmou.

O principal entrave para a renovação era o valor cobrado pelos chineses: a multa de 1,5 milhão de dólares (R$ 6 milhões) era considerada alta demais, e por isso houve demora na negociação. No fim, o Verdão acertou por pouco mais da metade do valor (R$ 800 mil), e o jogador só pôde se reapresentar quando o elenco já estava em Itu (SP). Em sua chegada, Rafael Marques foi ovacionado por todos os companheiros.

- A recepção foi muito legal. Eu cheguei, ia direto para o quarto, sabia que eles estavam no show de humor, eu jantei, e o Mattos pediu para fazer a surpresa. E foi legal, estava com saudade, quando vi a reapresentação no dia 6 estava em Araraquara e bateu uma tristeza. Reencontrar os amigos, ver a alegria deles por me ver ali foi bacana, emoções que só quem passa sabe descrever. Isto motiva mais. É uma família, um ambiente para cima, e vou sempre ajudar para manter assim - acrescentou o jogador.

Vice-artilheiro do Palmeiras no ano passado com 15 gols, Rafael Marques agora poderá disputar a Copa Libertadores, algo que ele sonha desde 2014, quando ajudou a classificar o Botafogo e acabou vendido ao Henan Jianye (CHN). Conquistar a América é uma das metas do palmeirense.

- Deu certo, estou feliz demais, vou realizar meu sonho de disputar um título de Libertadores e hoje o Palmeiras me dá condição disso. Agora é focar bastante, chegar aos objetivos que tenho, os títulos, principalmente a Libertadores, mas com calma, sem trazer esta pressão para dentro - completou.