Sinalizadores Allianz

Jogo contra o São Bernardo chegou a ser paralisado pela arbitragem devido aos sinalizadores (FOTO: Fellipe Lucena)

Fellipe Lucena
16/05/2016
19:24
São Paulo (SP)

Os sinalizadores que a torcida do Palmeiras acendeu durante a vitória por 2 a 0 sobre o São Bernardo, pelas quartas de final do Campeonato Paulista, não causarão nenhuma punição ao clube. O TJD-SP já julgou o caso e absolveu o Verdão, que corria o risco de perder mandos de campo no Estadual de 2017.

O Tribunal entendeu que o uso de sinalizadores foi premeditado por torcedores organizados para prejudicar o clube, que dias antes havia denunciado uma invasão da Mancha Alviverde à Academia de Futebol, o que fez a torcida ser impedida de usar faixas e instrumentos no estádio.

O fato de o Palmeiras ter identificado alguns torcedores, que foram conduzidos à delegacia especializada no estádio, também contribuiu para o parecer de que o clube fez tudo o que estava ao seu alcance para impedir o uso dos pisca-piscas.

O jogo contra o São Bernardo chegou a ser paralisado pelo árbitro para que o goleiro Fernando Prass, capitão alviverde, pedisse aos torcedores para apagarem os artefatos.