icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
23/08/2015
13:00

Pelo decorrer da corrida, Felipe Massa poderia ter ido melhor no GP da Bélgica, disputado neste domingo, assim como o próprio piloto admitiu. O brasileiro começou na sexta colocação, perdeu algumas posições na largada, mas conseguiu reagir e terminou com o sexto lugar em Spa-Francorchamps.

A reviravolta na corrida de Massa se deu na primeira troca de pneus, durante a 10ª volta, quando a Williams colocou o jogo de macios. O brasileiro estava retomando posições, porém não lidou bem com os pneus macios e acabou sendo ultrapassado por seus adversários, como Romain Grosjean, Sergio Pérez, Sebastian Vettel e Daniil Kvyat.

- Foi um dia frustrante para mim. Eu lutei no começo e, em seguinda, o pneu macio não operou bem como deveria, então eu perdi algumas posições. Neste ponto, nós estávamos lutando atrás, mas o médio funcionou bem - afirmou o piloto brasileiro.

Percebendo que a mudança não havia dado frutos, Felipe Massa voltou aos boxes na 22ª volta para colocar pneus médios. O brasileiro melhorou na corrida, porém não teve uma grande atuação. No final da prova, brigou bastante contra a Force India de Sergio Pérez, porém não conseguiu ultrapassar o mexicano. Quem deu uma aula de pilotagem foi o russo Daniil Kvyat, que deixou ambos para trás, assim deixando Massa na sexta colocação no final da prova.

- Eu não pude ultrapassar a Force India do Perez no fim porque o ritmo deles estava bom. Foi um dia com dificuldades, mas ainda ter acabado em sexto é o mais positivo que poderíamos tirar deste final de semana - concluiu Massa.

Com 82 pontos, o piloto brasileiro ultrapassou o companheiro de Williams, Valtteri Bottas, no campeonato geral. Massa pulou para quinta colocação, empatado em pontos com Kimi Raikkonen. A próxima etapa da F1 acontecerá em Monza, na Itália, em 6 de setembro.  

Pelo decorrer da corrida, Felipe Massa poderia ter ido melhor no GP da Bélgica, disputado neste domingo, assim como o próprio piloto admitiu. O brasileiro começou na sexta colocação, perdeu algumas posições na largada, mas conseguiu reagir e terminou com o sexto lugar em Spa-Francorchamps.

A reviravolta na corrida de Massa se deu na primeira troca de pneus, durante a 10ª volta, quando a Williams colocou o jogo de macios. O brasileiro estava retomando posições, porém não lidou bem com os pneus macios e acabou sendo ultrapassado por seus adversários, como Romain Grosjean, Sergio Pérez, Sebastian Vettel e Daniil Kvyat.

- Foi um dia frustrante para mim. Eu lutei no começo e, em seguinda, o pneu macio não operou bem como deveria, então eu perdi algumas posições. Neste ponto, nós estávamos lutando atrás, mas o médio funcionou bem - afirmou o piloto brasileiro.

Percebendo que a mudança não havia dado frutos, Felipe Massa voltou aos boxes na 22ª volta para colocar pneus médios. O brasileiro melhorou na corrida, porém não teve uma grande atuação. No final da prova, brigou bastante contra a Force India de Sergio Pérez, porém não conseguiu ultrapassar o mexicano. Quem deu uma aula de pilotagem foi o russo Daniil Kvyat, que deixou ambos para trás, assim deixando Massa na sexta colocação no final da prova.

- Eu não pude ultrapassar a Force India do Perez no fim porque o ritmo deles estava bom. Foi um dia com dificuldades, mas ainda ter acabado em sexto é o mais positivo que poderíamos tirar deste final de semana - concluiu Massa.

Com 82 pontos, o piloto brasileiro ultrapassou o companheiro de Williams, Valtteri Bottas, no campeonato geral. Massa pulou para quinta colocação, empatado em pontos com Kimi Raikkonen. A próxima etapa da F1 acontecerá em Monza, na Itália, em 6 de setembro.