Miller

MotoGP

Gabriel Ibrahim
27/06/2016
23:39
Brasil

Nada mais justo do que um circuito histórico sediar uma corrida histórica que surpreendeu a todos. As três categorias que competiram no Mundial de Motovelocidade neste fim de semana em Assen, na Holanda, tiveram três respectivos primeiros ganhadores na competição.


Nesta etapa foi a vez de Francesco Bagnaia da Moto3, Takaaki Nakagami da Moto2 e Jack Miller da MotoGP conquistarem a vitória em um dia que ficará marcado, na história de suas carreiras, como as corridas que lhes renderam primeiro lugar pela primeira vez em suas categorias.

Algo fora do comum que lembra o GP das Américas de 2013 onde quando Álex Rins, Nico Terol e Marc Márquez venceram na Moto3, Moto2 e MotoGP, respectivamente pela primeira vez.

As vitórias desta etapa tiveram um significado especial, principalmente se levar em conta as condições meteorológicas em que aconteceram as disputas. A chuva fez com que a corrida da MotoGP fosse interrompida e que fosse feita uma segunda bateria. Isso ofereceu a Miller uma chance de mostrar o talento dele e conquistar o primeiro lugar e para Marc Marquez a chance de provar que ele não é apenas rápido mas também habilidoso o suficiente para ficar na cola de Miller.

Valentino Rossi e Jorge Lorenzo tiveram um dia desastroso. Nas duas corridas Lorenzo ficou perto das últimas colocações. O italiano Rossi saiu pela terceira vez esta temporada sem pontuação depois que caiu na segunda prova e não completou o circuito. A briga mesmo foi entre Miller e Marquez que disputaram as primeiras posições. Scott Reeding cruzou a linha de chegada em seguida com o terceiro lugar.

Mesmo com a reviravolta de colocações e um pódio completamente diferente do que vinha acontecendo na temporada, a pontuação geral do Campeonato se mantém com Marquez em primeiro com 145 pontos, seguido de Lorenzo com 121 e Rossi com 103.