Mariana Balbi é considerada por muitos a musa do Motocross brasileiro

Divulgação/ Tiago Lorentz

Reginaldo Rizzo
31/05/2016
10:00
Brasil

A piloto brasileira Mariana Balbi é considerada por muitos a musa do Motocross brasileiro. A mineira de 30 anos é uma das principais atletas da modalidade no Brasil e no mundo.

Os treinos intensos de preparação para acelerar nas pistas, conciliados a uma alimentação balanceada, renderam a Mariana Balbi um excelente físico. Há um ano e meio, a piloto iniciou um acompanhamento especializado, apresentando grandes resultados.

Antes de iniciar a Temporada 2016, em descanso no Rio de Janeiro, a piloto postou fotos na praia em uma rede social, para a felicidade dos fãs.

Mariana curtindo praia no Rio de Janeiro
Arquivo pessoal da piloto

"Eu não me considero uma musa, mas meus fãs sim", conta entre risos Mariana Balbi.

Mas não é apenas pelas belas curvas que Mariana Balbi é conhecida no meio do motociclismo. A piloto iniciou a carreira jovem, com cinco anos de idade e é bem rápida dentro das pistas.

Mariana não deixa vaidade de lado
Arquivo da piloto

A piloto já disputou competições nos Estados Unidos, correu o Latino Americano de Motocross, foi campeã brasileira na categoria MXF em 2013 e participou de duas etapas do Mundial de MX Feminino em 2014, tendo alcançado uma terceira colocação na prova da Alemanha.

Entre os feitos sobre duas rodas, Mariana também foi a única mulher no mundo a ter conseguido pontuar a se classificar entre os pilotos homens no Mundial de Motocross, na principal categoria, a MX1. Ela também é a única mulher que já conseguiu subir no lugar mais alto do pódio na categoria MX3 do Brasileiro de Motocross PRÓ, categoria destinada a motos de 450cc para homens com mais de 35 anos e mulheres a partir de 17 anos.

A mineira de 30 anos é uma das principais atletas da modalidade no Brasil
Thyago Lorentz

Este ano, Mariana também correu uma etapa do Mundial de Motocross Feminino na Alemanha, quando alcançou a 9ª colocação e uma etapa do Campeonato Francês. A piloto ainda está na Europa, pois disputará mais uma rodada de cada competição. Só depois retornará ao Brasil, para a alegria dos fãs, quando voltará a disputar o Campeonato Brasileiro de Motocross PRÓ.