Prova acontece em Saint Jean D’Angely, na França

Divulgação

Gabriel Ibrahim
03/06/2016
16:22
Brasil

A temporada 2016 do Mundial de Motocross chega à Saint Jean D’Angely, na França neste fim de semana, 4 e 5 de junho. O glorioso circuito da cidade do interior francês foi o mesmo onde aconteceu o Motocross das Nações em 2011 ( Copa do Mundo do Motocross).

Com a realização da 10ª etapa em Saint Jean D’Angely, o Campeonato chega à metade da temporada. Mesmo assim muita coisa já aconteceu, o que gera expectativa ainda maior para as próximas provas da segunda metade do Mundial.

Até agora uma das disputas mais marcantes foi a de Teutschenthal, Alemanha, no dia 8 de maio. O octacampeão Antonio Cairoli venceu as duas baterias da etapa que o levou de volta ao pódio após um ano sem vitória.

Mas o melhor desempenho de Cairoli permaneceu apenas até a etapa seguinte em Trentino, Itália. Já no GP da Espanha que aconteceu no domingo passado (28), Tim Gajser destronou o italiano e disparou na liderança da MX1. Com a vitória da etapa, Gajser abriu 24 pontos na classificação geral, conseguindo grande vantagem sobre o segundo colocado Romain Febvre, campeão de 2015.

Na MX2 ninguém segura Jeffrey Herlings. O holandês não perdeu uma até agora e segue na liderança com 122 pontos de diferença para o suíço Jeremy Seewer. Como a prova é em solo francês há a expectativa em torno dos franceses Benoit Paturel e Dylan Ferrandis que estão em quarto e nono respectivamente, no placar geral.

Há também representação feminina do Brasil na competição. A piloto Mariana Balbi é a única brasileira participando do Mundial. Ela está na Europa desde a etapa na Alemanha, em que ficou com a 9ª colocação.