MXGP

Divulgação MXGP

Gabriel Ibrahim
29/08/2016
12:45
Brasil

“Finalmente estou de volta ao topo do pódio”, declarou o piloto belga. Desalle ainda completou, “é ainda mais especial vencer aqui no circuito de areia, onde muitas pessoas duvidaram que eu me daria bem, estou muito feliz de ter conseguido”. Ele chegou em segundo nas duas baterias e finalizou em primeiro com a soma das disputas deste fim de semana no Mundial de Motocross, que aconteceu em Assen, Holanda.


Tony Cairoli, o segundo do pódio, venceu a segunda bateria, mas ficou em quarto lugar na primeira. O resultado o deixa mais perto ainda de Tim Gajser, atual líder do Campeonato. São 65 pontos de diferença em relação a Gajser, que deixa Cairoli com a chance de conseguir ultrapassá-lo na reta final e terminar 2016 com o título de Campeão.


Gajser passou por apuros nessa etapa. O esloveno não conseguiu manter o ritmo com a motocicleta e perdeu o controle em uma seção de costelas na primeira corrida. Ele foi arremessado com o equipamento que caiu em uma cerca e sofreu danos.


O holandês Glen Coldenhoff se sentiu em casa no circuito de Assen. Além de fazer o holeshot ele fez a volta mais rápida da competição. Pela primeira vez nesta temporada ele foi ao pódio com o terceiro lugar.


Max Nagl e Jeremy Van Horebeek completaram o pódio da etapa com o qarto e quinto lugar respectivamente.


A MX2 foi marcada pela volta de quem todos estavam esperavam. Jeffrey Herlings retornou as pistas com o mesmo desempenho de antes de ficar afastado por conta da cravícula quebrada. Segundo Lugar na primeira bateria e a ponta na segunda o levaram ao topo do pódio.