Miller

MotoGP

Gabriel Ibrahim
11/07/2016
11:40
Brasil

Quem acompanhou o GP da Holanda no circuito de Assen testemunhou a primeira vitória do australiano Jack Miller, em meio a uma corrida conturbada que teve de ser interrompida por causa da forte chuva.

Até aquele momento histórico, o melhor resultado de Miller havia sido a décima colocação no GP da Catalunha nesta temporada. Esse tipo de vitória surpreendente, que leva o piloto a glória por um dia, já aconteceu várias vezes na história do MotoGP.

Em 2002 nos primórdios da categoria MotoGP, Tohru Ukawa venceu na segunda corrida do calendário na África do Sul, depois de ter perdido no circuito em sua terra natal, Japão.

Na penúltima corrida do GP de Portugal em 2006, o espanhol Toni Elias ocupava a décima primeira posição na largada. O melhor resultado dele até aquela disputa era a quarta posição na abertura da temporada no GP da Espanha. Os competidores não contavam com a recuperação de Toni.

Ainda em 2006, na final do Campeonato em Valência, todos os olhos estavam voltados para Valentino Rossi e Nicky Hayden, para saber quem seria o Campeão do Mundo naquele ano. Enquanto isso o australiano Troy Bayliss roubava o protagonismo da dupla principal da ponta vencendo a etapa.

No GP da França de 2007, Chris Vermuelen completou um treino qualificatório de maneira discreta e largou da décima segunda posição. Faltando 19 voltas para o fim da prova, a chuva caiu e os pilotos precisaram parar para uma segunda corrida. Foi aí que Vermuelen desabrochou e terminou na ponta.


E de novo a chuva mudou os rumos dos resultados dessa vez em 2009, no GP Grã Bretanha. Rossi, Pedrosa e Lorenzo disputavam a pódio até que ocorreram algumas caídas devido a pista escorrega, que acabou atrasando-os. Andrea Dovizioso aproveitou então e saltou da quinta para a primeira posição e ganhou o circuito.

O norte-americano Bem Spies foi um dos que tiveram que desafiar pilotos que haviam conquistado um grande número de vitórias. No histórico Assen, na temporada de 2011, Spies deixou Marco Simoncelli, que estava na pole position, para trás depois de largar em segundo e ultrapassá-lo, definindo assim o rumo da corrida.