LANCE!
02/03/2016
06:45
São Paulo (SP)

Há algumas semanas o lateral-esquerdo e meia do Palmeiras Zé Roberto declarou que pretende se aposentar no fim deste ano. Aos 41 anos, ele diz que quer 'curtir a família'. Enquanto isso não acontece, o brasileiro esbanja vigor físico, mesmo sendo o mais 'velhinho' da Libertadores deste ano.

Para se ter uma ideia, Zé Roberto é mais velho, por exemplo, que Marcelo Gallardo, técnico do River Plate, atual campeão da Libertadores. Além dele, Zé é mais velho, ou tem a mesma idade, que outros dez técnicos do torneio. O Verdão tem ainda o goleiro Fernando Prass no ranking, com 37 anos.

O segundo mais velho da Libertadores é o atacante Herlyn Ysrael Zuñiga, do Melgar, do Peru. Nascido em 1976, ele completa 40 anos em agosto.

Com 39 anos, mas nascidos em 1977, estão o goleiro Justo Villar (Colo-Colo) e o zagueiro Carlos Bonet (Cerro Porteño).

Luis Fernando Fernández e Javier Klimowicz (Emelec), Hernán López (Guaraní) e Néicer Reasco (LDU) já têm 38 anos. O argentino Klimowicz completa 39 meste mês, assim como o zagueiro equatoriano Reasco, aquele mesmo que jogou pelo São Paulo entre 2006 e 2008, que faz aniversário em julho.

Fecham a lista de veteranos do continente com 37 anos,  Walter Flores (Bolívar), Jesús Cisneros (C. Vallejo), Jorge Acuña (Cobresal), Norberto Araújo (LDU), Robinson Zapata (Santa Fe), Daniel Vaca (The Strongest) e Prass (Palmeiras).