Wilson Baldini Jr.
19/04/2016
06:00
São Paulo (SP)

Uma das maiores lutas da história do boxe completa 25 anos. Com o Convention Center, em Atlantic City, Nova Jersey, superlotado (mais de 20 mil espectadores), Evander Holyfield colocava pela primeira vez em jogo os cinturões dos pesos pesados versão Conselho Mundial, Associação Mundial e Federação Internacional de Boxe.

Seu adversário era o veterano George Foreman, que, aos 42 anos, tentava recuperar o título que fora seu entre os anos de 1973 e 1974, após dez anos afastado dos ringues.

O interesse dos fãs e da imprensa garantiu uma bolsa de US$ 20 milhões para o campeão e de US$ 12,5 milhões para o desafiante.

O sistema pay per view teve uma venda de 1,45 milhão de assinaturas. O favoritismo nas apostas era de Holyfield na proporção de 3 por 1.

O duelo foi intenso desde o primeiro gongo. Holyfield preferiu encurtar a distância para não dar espaço para que Foreman colocasse seus fortíssimo direto de direita.

Foreman aceitou a luta no corpo a corpo e passou a desferir mortais uppers no queixo do campeão.

Com 28 anos, Holyfield estava no auge da forma e imprimiu um ritmo forte durante os 12 roundes, graças ao seu jogo de pernas incomum para um peso pesado.

Os dois "guerreiros" tiveram chance de definir o combate pela via mais rápida. Holyfield ficou abalado nos roundes 2, 5 e 7, enquanto Foreman ficou com as pernas em espaguete nos assaltos 3, 7 e 9.

Ao final, a juventude de Holyfield falou mais alto. Os jurados foram unânimes a favor do campeão: 116-111, 117-110 e 115-112.