Ciclismo da França

Pilotos e organização decidem pela realização da 13ª etapa  da volta da França (foto). " Decidimos que o terrorismo não pode ditar o ritmo da vida das pessoas" , disse Tom Dumolin, o vencedor da etapa  (AFP/JP KSIAZEK)

RADAR/LANCE!
15/07/2016
13:36
Paris (FRA)

A 13ª etapa da Volta da França, realizada ontem entre Saint Andeol e Pont'Darc - percurso em descida de apenas 37 km e com uma fórmula de disputa diferenciada, pois cada piloto dá a largada separadamente - foi marcada por homenagens e lembranças das vítimas do ataque que ocorreu na noite de quarta-feira em Nice, quando um caminhão dirigido por um terrorista de origem tunisina, Mohamed Lahouaiej Bouhlel de 31 anos, avançou sobre uma multidão que festejava a principal data nacional francesa, matando cerca de 80 pessoas, cerca de 50 delas crianças, antes de ser morto por policiais.

Após o fim da prova vencida pelo holandês Tom Dumolin vencedores e líderes (que usam camisas diferenciadas para destacarem a liderança) subiram ao pódio, foi observado um minuto de silêncio e, no fim, em vez de o campeão subir ao pódio, os líderes colocaram flores para homenagear as vítimas.

A prova correu o risco de não ser realizada. Mas após uma reunião dos organizadores com os ciclistas e os políticos, confirmaram a realização.

- A decisão de todos nós foi a de que o terrorismo não pode ditar o ritmo da vida das pessoas. Estou feliz por ter vencido, mas é um dia bem triste por tudo o que aconteceu no dia 14 de Julho em Nice - disse Dumolin.

Para Chris Froome, que terminou em segundo lugar e aumentou a sua diferença para os concorrentes diretos ao título, a prova foi um ato acertado.

- A corrida ter acontecido nesta sexta-feira é uma mensagem para as pessoas se unirem. E se estou feliz por ter feito uma boa prova, não tenho motivo para comemorar. Nem a França tem motivo para muita comemoração hoje - disse o Inglês que caminha para o bicampeonato e para o seu terceiro título seguido (além de 2015 ganhou também em 2013), já que abriu mais de um minuto (1m03seg) para o novo vice-líder, o holandês Bauke Molemma, que roubou a posição do britânico Adam Yates, que terminou mal, apenas na 18ª posição.

Restam oito etapas para o fim do Tour de France e a próxima etapa ocorre neste sábado, entre as cidades de Montélimar - Villars-les-Dombes , com percurso de 208 km.


Classificação da etapa

1º T.DUMOULIN (HOL)
2º C.FROOME (GBR)
3º N.OLIVEIRA (POR)
4º J.COPPEL (FRA)
5º R.DENNIS (AUS)

CLASSIFICAÇÃO GERAL:

1º Chris Froome (GBR) 58h02min51
2º Bauke Mollema (HOL) + 1m47seg
3º Adam Yates (GBR) + 2m45s
4º Nairo Quintana (COL) + 2m59s
5º Alejando Valverde (ESP) + 3m17s