Vôlei Nestlé

Vôlei Nestlé é o terceiro colocado na Superliga (Foto:Divulgação/CBV)

LANCE!
02/02/2017
15:20
São Paulo (SP)

O Vôlei Nestlé volta a jogar pela Superliga nesta sexta-feira, às 20h15, pela quarta rodada do segundo turno. O confronto será diante de Rio do Sul, no ginásio Artenir Werner, em Santa Catarina. Este jogo marca o reencontro de Spencer Lee com o clube que comandou nas últimas duas temporadas. Atualmente,ele é auxiliar técnico de Luizomar. No primeiro turno, em Osasco, Dani Lins e suas companheiras fizeram 3 sets a 0 no adversário, parciais de 25/20, 28/26 e 25/18.

Ciente de que terá um compromisso duro pela frente, Luizomar espera seu time focado e forte desde o começo da partida.

- Retomamos o trabalho depois da participação na Copa do Brasil visando esse retorno à Superliga. É um jogo importante e diante de um adversário que sempre atua bem na sua casa, com uma torcida apaixonada, que lota o ginásio e empurra demais a equipe. Rio do Sul tem jovens atletas que estão fazendo um bom campeonato, sendo a Natiele, um dos destaques do time. Kasiely e Camila Paracatu estão jogando bem também e a segunda conheço bastante porque foi minha jogadora nas seleções de base. Precisamos estar muito focados e entrarmos fortes contra esse rival que tem todo meu respeito.

Com Spencer como técnico, Rio do Sul conquistou sua melhor classificação na história da Superliga.

- Essa passagem foi muito importante para minha carreira e vida pessoal. Depois de 23 anos morando em Uberlândia me transferi para Rio do Sul e ficamos em nono na primeira temporada e em sexto na segunda, melhor colocação da equipe na Superliga. São pessoas operárias do vôlei e que contam com a paixão do torcedor, que sempre lota o ginásio e com o apoio de uma cidade que tem como seu principal atrativo o time de vôlei. O Vôlei Nestlé pode esperar um rival bastante aguerrido, característica de uma cidade que sofre com enchentes e tem um povo solidário e guerreiro. Essa filosofia de solidariedade, esforço e trabalho da população se transfere para o torcedor e para a equipe.

Spencer chegou ao Vôlei Nestlé nesta temporada e trabalha em conjunto com Luizomar e o assistente Jefferson Arosti nas questões técnicas e táticas da equipe. Ele conhece bem como é ser mandante em Rio do Sul e dá sua opinião de como deve ser a postura de um visitante para sair com bom resultado.

- Temos que levar o jogo muito a sério e demonstrar para Rio do Sul e sua torcida que o Vôlei Nestlé está querendo a vitória. É importante começar bem e tentar construir uma boa diferença para que o torcedor fique mais sossegado. A torcida vai colocar pressão, mas de forma respeitosa como é a cultura e educação do povo de Santa Catarina. Teremos muito trabalho, mas estamos vindo de boas atuações. Vamos com tudo para cima do Rio do Sul porque esses três pontos são importantes para a sequência da competição.

Com 34 pontos, o Vôlei Nestlé ocupa a terceira colocação na Superliga, com dois jogos a menos que o Dentil/Praia Clube, vice-líder com 37.