Bruno recepciona passe observado por Hevaldo (Foto: Divulgação/FIVB)

Bruno recepciona passe observado por Hevaldo (Foto: Divulgação/FIVB)

RADAR/LANCE!
02/06/2016
16:10
Cochabamba (BOL)

O Circuito Sul-Americano 2015/2016 chega ao seu encerramento neste final de semana, com torneios na Argentina e na Bolívia, e com chances do Brasil confirmar uma ‘dobradinha’. Bruno/Hevaldo (AM/CE) e Ana Patrícia/Carolina Horta (MG/CE) serão os representantes nas competições que vão de sexta-feira (03/06) a domingo (05/06) e reunirão os oito melhores países em cada naipe. O Brasil lidera os rankings dos dois gêneros.

No torneio feminino, que ocorre na cidade de Cochabamba, na Bolívia, apenas a participação de Ana Patrícia e Carolina Horta bastará para o país garantir o título da temporada. O Brasil possui 1.400 pontos nas demais etapas já disputadas, contra 1.120 da Venezuela, segunda colocada. A pontuação mais baixa, para os times eliminados na fase de grupos, é de 240 pontos.

A disputa no naipe masculino é mais acirrada. O Brasil lidera o ranking com 1.340 pontos, 80 acima da Argentina, que tem 1.260. Assim, o país ainda tem chances de classificação  ficando no máximo até duas posições abaixo dos Argentinos e dos Venezuelanos, que aparecem com 1.240 pontos, Bruno e Hevaldo garantem o título ao país.

O torneio feminino será composto pelas seguintes duplas: Benet/Zonta (Argentina), Fer/Mela (Bolívia), Ana Patrícia/Carol Horta (Brasil), Mardones/Badal (Chile), Andrea/Gorda (Colômbia), Michelle/Filippo (Paraguai), Gomez/Cammarano (Uruguai) e Pazo/Agudo (Venezuela).

No torneio masculino estão inscritos Azaad/Bianchi (Argentina), Bruno/Hevaldo (Brasil), Salinas/Tobar (Chile), Manjares/Murray (Colômbia), Jaramillo/Quiñones (Equador), Goyo/Roger (Paraguai), Varela/Pablo (Uruguai) e Peter/Tigrito (Venezuela).

A fase de grupos será realizada nesta sexta-feira, classificando os dois melhores times de cada grupo para a fase eliminatória. No dia seguinte serão disputadas as semifinais, e no domingo acontecem as partidas valendo medalhas de ouro e bronze.