André disputa bola na rede em duelo contra norte-americano

Brasil garante medalha na primeira etapa do Circuito Mundial

LANCE!
11/02/2017
14:43
São Paulo (SP)

O Brasil já tem uma medalha garantida no torneio masculino na primeira etapa do Circuito Mundial 2017. A cor será definida neste sábado. Álvaro Filho/Saymon (PB/MS) e Evandro/André Stein (RJ/ES) venceram seus duelos pelas oitavas e quartas de final na sexta-feira, e se enfrentam apenas em uma disputa pelo bronze ou ouro.

As semifinais terão um duelo Brasil x EUA no maior clássico da modalidade. Evandro e André encaram Dalhausser e Lucena, enquanto Alvinho e Saymon enfrentam Hyden/Doherty neste sábado, a partir das 13h35 (de Brasília). No mesmo dia ocorrem as disputas de bronze e ouro, com transmissão ao vivo do canal SporTV2, a partir das 18h15.

A festa só não ficou ainda mais completa por conta da derrota dos campeões olímpicos Alison e Bruno Schmidt (ES/DF), que lutaram muito, mas caíram para Dalhausser e Lucena, impedindo uma semifinal verde e amarela. Os times já haviam se enfrentado no último domingo, no Gigantes da Praia, com resultado positivo para a dupla norte-americana.

Álvaro Filho e Saymon (PB/MS) começaram a caminhada nesta sexta-feira (10.02) com vitória por 2 sets a 0 (21/12, 21/19) sobre os suíços Nico Beeler e Marco Krattiger, pelas oitavas de final, em 34 minutos. Na segunda partida do dia, triunfo sobre a nova dupla polonesa formada por Fijalek e Michal Bryl: 2 sets a 0 (21/14, 21/17), em 26 minutos de duração. O sul-mato-grossense Saymon avaliou a vitória em um jogo decisivo.

- O segredo é se divertir, sorrir em quadra. As coisas funcionam muito melhores assim. Está sendo muito gratificante para nós ter vencido cada degrau neste primeiro evento internacional. Começando pelo country quota, depois no qualificatório e agora alcançando as semifinais. É uma meta muito importante porque mostra que nosso trabalho está sendo bem realizado. Agora vamos trabalhar mais e conquistar a vaga à final.

Evandro e André Stein (RJ/ES) foram o terror dos norte-americanos em Fort Lauderdale nesta sexta, calando por dois momentos a arena na cidade da Flórida. Primeiro superaram os até então invictos Patterson/Brunner com triunfo por 2 sets a 0 (21/18, 21/19), em 40 minutos. No duelo das quartas de final, triunfo sobre a nova dupla Jake Gibb e Taylor Crabb, que também estavam invictos: 2 sets a 0 (21/19, 21/17), em 36 minutos.

Buscando reverter a derrota do último domingo, Alison e Bruno começaram muito bem contra Dalhausser e Lucena, mas acabaram perdendo rendimento ao longo do duelo e foram derrotados após uma batalha no tie-break: 21/13, 17/21, 10/15. Antes, os campeões olímpicos haviam superado os poloneses Losiak e Kantor por 2 sets a 1 (21/16, 18/21, 13/15) nas oitavas de final.

- Começamos bem, mas acabamos sentindo um pouco no segundo set, e depois no terceiro. Fizemos três jogos eliminatórios no tie-break, é começo de temporada, então isso faz diferença. Mas eles (Dalhausser e Lucena) mereceram, foram melhores no geral. Vamos trabalhar mais e pensar nos próximos objetivos - disse Bruno Schmidt após a partida.

A temporada 2017 do Circuito Mundial é a trigésima primeira nas competições masculinas e vigésima quinta no gênero feminino. Os eventos da categoria Major dão, aproximadamente, R$ 1,8 milhão em prêmios somando os dois naipes. As duplas campeãs somam 1.200 pontos no ranking que define os campeões da temporada.

Fort Lauderdale, que fica no estado da Flórida, recebe uma etapa do Circuito Mundial pela segunda vez na história. Em 2015 a cidade litorânea foi sede do World Tour Finals - etapa que encerra o calendário com os melhores do ano - quando Alison/Bruno Schmidt e Larissa/Talita subiram no lugar mais alto do pódio.