Vôlei Nestlé abre semifinal do Paulista contra o Bauru nesta terça-feira (3)

Vôlei Nestlé busca o hexacampeonato consecutivo da competição (Foto: João Pires/Fotojump)

LANCE!
02/10/2017
14:43
São Paulo (SP)

O Vôlei Nestlé enfrenta Bauru nesta terça-feira, a partir das 21h30, no ginásio Panela de Pressão, na abertura da semifinal do Campeonato Paulista de vôlei feminino. Atual campeão e em busca do sexto título consecutivo, a equipe de Osasco vai lutar pela vitória fora de casa na partida que terá transmissão ao vivo pelo SporTV.

Neste sábado, os times voltam a se enfrentar, desta vez no José Liberatti, a partir das 9h30. Em caso de empate na série, o finalista será conhecido após a disputa do golden set (set desempate), também no sábado.

A expectativa é de um confronto duro em Bauru. Na fase de classificação, no José Liberatti, o Vôlei Nestlé bateu o adversário por 3 sets a 2. Agora, terá a missão de repetir o resultado diante de um time que está invicto em seu ginásio na edição 2017 do Campeonato Paulista.

- Não é a toa que o ginásio é chamado de Panela de Pressão. A torcida incentiva bastante e o time delas cresce com isso. Mas vamos encarar esse desafio com confiança no trabalho que temos realizado e na força do nosso time - explica a levantadora Carol Albuquerque.

Tandara também espera uma verdadeira batalha no ginásio Panela de Pressão.

- Bauru treina desde o início da temporada, está mais entrosado, mas agora nós estamos com time completo e com muita vontade de ganhar e conquistar o sexto título estadual para o Vôlei Nestlé. Tenho certeza que essa vontade fará a diferença em quadra, pois estamos muito focadas e confiantes - afirma a ponteira, que completa:

- Temos a oportunidade de fazer um bom trabalho em Bauru e ter mais tranquilidade para decidir em casa, sem a necessidade do golden set.

Para Spencer Lee, que comanda Osasco enquanto Luizomar de Moura está à frente da seleção do Peru, reconhecer as dificuldades não abala o moral do time de Osasco.

- Com a chegada de Bia, Tandara, Lorenne, Nadja Ninkovic e a recuperação de Fabíola, temos um time mais encorpado. Nosso momento é de correr atrás do lado coletivo, de união tática, e as atletas têm se dedicado demais aos treinos e a equipe evolui a cada dia. Sabemos da pedreira da semifinal, mas estamos otimistas de que chegaremos a mais uma decisão do Paulista - avalia o treinador.

Na outra semifinal, Hinode recebe Pinheiros

O Hinode Barueri recebe, nesta terça-feira, o E.C. Pinheiros, no primeiro jogo semifinal. A partida será realizada no ginásio José Correa, às 19h30, e tem entrada franca. 

- Semifinal para mim é um jogo de alma e coração e espero que a gente consiga colocar isso em quadra. Vamos encarar o Pinheiros, que tem uma equipe entrosada e que joga junto há tempos. Mas estamos fazendo a nossa parte, com análise de vídeos, treinando forte mesmo sábado e domingo, porque trabalhando é a única forma que podemos continuar vencendo e alcançar nossos objetivos - afirma Erika Coimbra, capitã do Barueri.

Pinheiros e Hinode foram as equipes com melhor campanha na fase classificatória do Paulista, com ambas somando 12 pontos. Nas quartas de final o Hinode superou o São Caetano por 2 a 0, enquanto o Pinheiros passou por Valinhos pelo mesmo placar. 

Em 2017 Pinheiros e Hinode se enfrentaram duas vezes, com duas vitórias da equipe da capital por 3 sets 1, pela Copa São Paulo e pela primeira rodada do Paulista, ambas partidas em que o técnico Zé Roberto Guimarães não comandou o time, pois ainda estava com a Seleção Brasileira.

- Cada jogo tem uma história diferente. O que passou ficou para trás e agora teremos um novo desafio. Ficamos quase três meses sem nossa comissão técnica e tivemos algumas derrotas. Mas fizemos nosso melhor nesse período e tivemos grandes vitórias também. Temos que trabalhar forte e pensar sempre no amanhã - finaliza Erika.