Superliga Feminina - Rexona-Sesc é o líder da Superliga 16/17

Rexona-Sesc segue na liderança da Superliga (Foto: Wander Roberto/Inovafoto/CBV)

LANCE!
06/02/2017
14:30
São Paulo (SP)

A torcida amazonense proporcionou, mais uma vez, um grande espetáculo em uma partida da Superliga feminina. Na última sexta-feira, 5.947 pessoas acompanharam a vitória do líder Rexona-Sesc (RJ) sobre o São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP) por 3 sets a 2 (25/14, 18/25, 23/25, 25/18 e 15/9), em 2h15 de jogo, na Arena Amadeu Teixeira, em Manaus (AM). Foi o maior público desta edição no feminino. A partida foi válida pela quarta rodada do returno.

O resultado manteve o Rexona-Sesc na liderança isolada da competição, com 45 pontos (15 vitórias e uma derrota). O São Caetano segue na décima posição, com 11 pontos (três resultados positivos e 12 negativos).

A ponteira Gabi brilhou em quadra, foi eleita a melhor jogadora da partida e ficou com o Troféu VivaVôlei. Ao receber a premiação, a atacante passou o prêmio para outro destaque do confronto, a ponteira Edinara, do São Cristóvão Saúde/São Caetano, maior pontuadora do jogo, com 28 acertos.

Ao final do jogo, Gabi fez questão de parabenizar o público amazonense pela bonita festa e ainda comentou sobre a atuação das cariocas.

- Foi incrível a atmosfera do jogo. A torcida incentivou os dois times durante a partida. É muito bom jogar em um lugar que não recebe tantas partidas de voleibol para ajudar o esporte a crescer e quem sabe no futuro surgirem novos talentos. Foi um jogo muito difícil e preciso parabenizar ao São Caetano que fez uma bela partida. Nós cometemos muitos erros, mas foi importante termos saído de um placar adverso para conseguir a vitória.

Pelo lado do São Cristóvão Saúde/São Caetano, o treinador Haírton Cabral lamentou a derrota, mas fez questão de ressaltar o espírito de luta da sua equipe.

- Hoje conseguimos mostrar o nosso potencial. Fico satisfeito porque a torcida nesses três jogos em Manaus sempre incentivou o nosso time e foram encontros muito felizes. Agora temos que seguir evoluindo nos próximos jogos da Superliga. 

As duas equipes voltarão à quadra na próxima sexta-feira. O Rexona-Sesc (RJ) jogará com o Pinheiros (SP), às 19h30, no ginásio do Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ). Já o São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP) jogará com o Renata Valinhos/Country (SP), no mesmo horário, no Pedro Ezequiel da Silva, em Valinhos (SP).

Dentil supera Pinheiros e segue na vice-liderança

O Dentil Praia Clube (MG) teve uma substituta à altura para a norte-americana Alix, que segue fora da equipe por lesão. A ponteira Ellen brilhou na vitória por 3 sets a 0 (25/23, 25/18, 25/23) da equipe mineira sobre o Esporte Clube Pinheiros, seu ex-clube, na noite da última sexta-feira, no ginásio Henrique Villaboin, em São Paulo (SP).

Com a 14ª vitória na Superliga, o Praia Clube se manteve na vice-liderança, com 40 pontos, três atrás do Rexona-Sesc (RJ). Já o Esporte Clube Pinheiros se mantém na oitava colocação, com 20 pontos.

Ellen foi a maior pontuadora do confronto de 1h35 de duração, com 17 acertos. Ela também recebeu o prêmio de melhor jogadora da partida em votação popular no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e ficou com o Troféu VivaVôlei. A ponteira comentou sobre as chances que vem recebendo na equipe.

- Não é fácil (substituir Alix), tem sido uma tarefa que tenho que cumprir bem. Mas tenho que ter cabeça, saber meu lugar na equipe, a hora de ajudar. Acredito que a Daymí (Ramírez) jogou muito bem, também merecia. A Claudinha também foi ótima, sem ela não poderia ter atacado tantas bolas boas como pude atacar. Que saudade tenho daqui, muito tempo bom, muitas alegrias que vivi aqui. Acredito que isso ajuda a jogar bem também.

O Pinheiros volta à quadra em busca de recuperação na próxima sexta-feira, quando encara o líder Rexona-Sesc (RJ) às 19h30, no ginásio do Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro. No mesmo dia e horário o Dentil Praia Clube enfrenta o Sesi-SP jogando em Uberlândia (MG)