Vitória brasileira na regata de abertura da SSL Finals nas Bahamas

Scheidt vence primeira regata do SSL Finals (Foto: Martinez Studio / SSL)

LANCE!
30/11/2016
14:45
São Paulo

Campeão da primeira edição da Star Sailors League Finals em 2013, também nas Bahamas, Scheidt venceu a primeira das 11 regatas previstas para a fase de classificação e obteve a sétima colocação na segunda prova, vencida pela dupla francesa Rohart/Ponsot. Com oito pontos perdidos, Scheidt e Maguila estão em terceiro lugar, atrás dos líderes Negri e Lambertenghi (ITA), com cinco pontos e de Mendelblat e Fatih (EUA), que somam seis pontos. Mais três ou quatro regatas devem ser disputadas nesta quarta-feira a partir das 14h de Brasília, com transmissão ao vivo no www.finals.starsailors.com

A quarta edição consecutiva da Star Sailors League Finals em Nassau confirmou a incrível qualidade da flotilha, com nada menos que 16 medalhas olímpicos na raia. O vento leste consistente dos últimos dias e o mar agitado compuseram o cenário na Baía de Montagu, com sol e calor. A velocidade do vento variou entre 10 a 15 nós (18 a 28 km/h), oscilando em cerca de 25 graus. Torben Grael e Guilherme de Almeida não tiveram um dia bom. Ocupam a 24ª e penúltima colocação.

O líder Diego Negri comemorou o desempenho.

- Foi um grande dia, com mudanças de vento e muitas ondas. Tivemos um bom começo na primeira regata e estávamos mais à esquerda da raia, lutamos entre os cinco primeiros e acabamos em terceiro lugar. Na segunda largada, o vento aumentou um pouco, decidimos começar mais no meio da flotilha. Depois de muita briga aproveitamos o vento em popa para cruzarmos em segundo lugar - analisou o timoneiro italiano.

De volta à classe Star após a campanha olímpica na Laser, Scheidt estava satisfeito com o trabalho do primeiro dia em Nassau.

- Velejamos muito bem apesar das pressões do Mendelblat e do Negri. Na segunda regata vacilamos taticamente no primeiro contravento, mas o objetivo desta fase é nos mantermos entre os dez primeiros para garantirmos vaga nas quartas de final -  considerou Scheidt.

Na segunda regata a marca de contravento teve de ser ajustada para acomodar a variação do vento. As duplas tiveram de rever suas táticas de largada. Os vencedores do SSL City Grand Slam de Hamburgo (ALE), Xavier Rohart e Pierre-Alexis Ponsot (FRA) mostraram habilidades para se adequar ao giro do vento e venceram a regata, à frente de Negri e Lambertenghi. Jorge Zarif e Bruno Prada velejaram com inteligência a favor do vento para cruzar a linha de chegada em terceiro lugar.

Nos cinco dias da SSL Finals haverá transmissão ao vivo na Internet com comentários de especialistas e de convidados especiais, incluindo Dennis Conner, quatro vezes vencedor da America’s Cup e o medalhista de prata nos Jogos de Londres em 2012, Luke Patience. Na água, a mais recente tecnologia em câmera de alta definição, bem como Virtual Eye 3D Graphics, garantem emoção e completa visualização da raia aos fãs da vela.

Classificação após duas regatas

1. Negri/Lambertenghi (ITA) - 5 pontos perdidos
2. Mendelblat/Fatih (USA) - 6 pp
3. Scheidt/Maguila (BRA) - 8 pp
4. Polgar/Koy (ALE) - 9 pp
5. Zarif/Prada (BRA) - 10 pp
6. Rohart/Ponsot (FRA) - 11 pp
7. Christensen/Milrie (DEN) - 12 pp
8. Olezza/Melo (ARG/POR) - 18 pp
9. Kuznierewicz/Zycki (POL) - 25 pp
10. Fantela/Arapovic (CRO) - 25 pp