Flamengo x Bauru - Jogo 2 - Arena Carioca 2

Marquinhos, do Fla, lamentou atropelo do Bauru no quarto período (Foto: João Pires/LNB)

Jonas Moura e Luiza Sá
26/05/2016
20:39
Rio de Janeiro (RJ)

O ala Marquinhos não escondeu o descontentamento com a atuação do Flamengo no último quarto da partida contra o Bauru, nesta quinta-feira. O time paulista conseguiu nada menos que 38 pontos somente no período. No fim, venceu por 85 a 80 e empatou em 1 a 1 a série melhor de cinco da final.

– O último quarto foi crucial para a derrota. Não me lembro de termos tomado 38 pontos em um quarto assim nos quatro anos que estou no Flamengo. Mas acontece, pois Bauru é um time perigosíssimo. Faltou um pouco de perna e cabeça para fazer diferente – disse o atleta.

– Nosso aproveitamento de bola esteve muito baixo, e o deles foi o contrário. Vamos esfriar a cabeça – completou o jogador.

O técnico José Neto também lamentou a atuação. Durante o jogo, ele deixou evidente a irritação com o desempenho dos jogadores, mas ao final da partida fez elogios à postura do grupo. 

- Eu acredito na virada até que zere tudo. Nosso time joga com alma, por isso reagimos. Tivemos aproveitamento baixo, mas não desistimos até o fim. Faz parte do espírito de uma final - avaliou o comandante, que tenta o tetra consecutivo.

O próximo confronto acontece sábado, às 14h10, no mesmo local. Depois, a série retorna à Marília (SP). Caso seja necessário, o jogo 5 será no Rio.

- Não foi pelo fato de nós não jogarmos bem que eles ganharam. Eles tiveram mérito. Souberam defender bem a gente. O Demétrius faz um trabalho bom de estudos. Agora, temos de buscar um aproveitamento melhor - disse Neto.