Corinthians - Futsal

Deives, camisa 10 do Timão, empatou a partida em cobrança de tiro livre (Foto: LNF)

João Mércio Gomes
05/12/2016
23:11
Sorocaba (SP)

O primeiro capítulo da final inédita do Corinthians na Liga Nacional de Futsal não começou como o esperado, mas terminou da melhor forma possível. Com um golaço do ala Índio faltando apenas sete segundos para o apito final, o Timão virou a partida para cima do Magnus Futsal de Sorocaba e garantiu a vitória na primeira partida da decisão por 3x2. Agora, basta um empate no Parque São Jorge, na próxima segunda-feira, para garantir o título nacional pela primeira vez na história.

O time visitante fez todos os gols nos segundo tempo, com Rocha, Deives e Índio. Na primeira etapa, Charuto e Rodrigo marcaram para o Sorocaba. Além disso, o jovem Leandro Lino, destaque do Timão, foi expulso ao derrubar Falcão na entrada da área e Foglia desperdiçou cobrança de tiro livre. 


O JOGO
​Se a proposta do time do craque Falcão era fazer o resultado em casa, começou dando certo. Depois de um minuto de silêncio em homenagem à tragédia da Chapecoense, o Magnus de Sorocaba impôs o ritmo de jogo nos primeiros minutos. O Corinthians só chegou a assustar no contra-ataque, principalmente depois da entrada de Leandro Lino. Jogo truncado, cara de 0x0.

Faltando apenas dois minutos para o intervalo, o craque Falcão achou belo passe para Neguinho no corredor, que ganhou na corrida e tocou para Charuto escorar para o gol. O 1x0 estava de bom tamanho para o técnico Ferretti, do Sorocaba, que pediu tempo depois de marcar. Faltando apenas 42 segundos, Vander derrubou Rodrigo e fez a sexta falta dos alvinegros no primeiro tempo: tiro livre direto. O próprio Rodrigo bateu, de chapa, e converteu. Na sequência, faltando 18 segundos, mesma chance para o Timão. Foglia entrou apenas para cobrar e desperdiçou.

Com 2x0 no placar, a equipe da casa apenas administrou a partida. Deives, camisa 10 do Timão, pediu paciência e inteligência ao time no intervalo e deu certo. Depois de muita insistência, Nenê achou Rocha pelo meio, que fez o pivô e bateu cruzado: 2x1. Faltando 10 minutos, o Corinthians foi pra cima e deixou espaços. Falcão roubou a bola de Lino, que derrubou o craque e levou o segundo amarelo. Com um a mais, o Sorocaba não conseguiu ampliar o placar. Quase sem forças, o time do Parque São Jorge arriscou e sofreu a sexta falta no segundo tempo. Deives cobrou o tiro livre com categoria e empatou a partida faltando quatro minutos para o fim.

Satisfeito com o resultado, o Timão se fechou para decidir a final em casa. No último minuto, porém, o Sorocaba lançou Tiago como goleiro-linha e pressionou. No apagar das luzes, Xande errou passe e a bola sobrou pra Índio, que bateu de muito longe e virou a partida com apenas sete segundos no cronômetro. Festa da torcida corintiana, que cantou alto na Arena Sorocaba e pode comemorar o primeiro título da Liga Nacional na próxima segunda-feira.

Magnus Sorocaba (titulares):
Tiago; Rodrigo, Falcão, Pixote e Diego
Reservas: Luan, Neguinho, Xande, Ricardinho, Mithyuê, Simi, Daniel, Keko, Gleison e Charuto
Técnico: Fernando Ferretti

Corinthians (titulares):
Guitta; Leandro Lino, Nenê, Deives e Pepita
Reservas: Careca, Índio, Arthur, Vander Carioca, Leandro Caires, Marcel, Rocha, Edgard e Foglia
Técnico: André Bié