Thiago Braz

Thiago Braz também ficou sem resultado em Eugene, em maio

LANCE!
16/07/2017
19:43
São Paulo (SP)

Pela segunda vez no ano, Thiago Braz fica sem marca em uma competição. Disputando a etapa de Rabat (MAR) da Diamond League, o medalhista de ouro na Rio-2016 no salto com vara não superou os 5,40m em nenhuma de suas três tentativas. A competição em solo marroquino ocorre em ginásio aberto (outdoor). 

O título da competição ficou com o polonês Pawel Wojciechowski (5,85m), campeão mundial em 2011 e bronze em 2015. A prata foi conquistada pelo alemão Raphael Holzdeppe e o polonês Piore Lisek completou o pódio. Ambos os atletas marcaram 5,70m.

Os resultados de Braz são resultado de uma mudança no treinamento do atleta proposta por seu treinador, o ucraniano Vitaly Petrov, visando quebrar o recorde mundial da modalidade, pertencente ao francês Renaud Lavillenie (6,16m).

Outros três brasileiros também participaram da competição em solo marroquino. Darlan Romani, quinto colocado na Rio-2016 no arremesso de peso, ficou na sexta colocação em Rabat ao marcar 21,08m. O título ficou com o atual campeão olímpico, Ryan Crouser (EUA), com 22,47m. O'Dayne Richards (JAM) foi o segundo com 21,96 - novo recorde nacional - e Ryan Whiting (EUA) ficou com o bronze (21,26m). 

Finalista olímpico nos 3.000m com obstáculos, Altobeli da Silva foi o oitavo colocado na prova e superou seu recorde pessoal ao fazer 8min23s67, melhorando o índice para o Mundial de Atletismo. Soufiane el Bakkali (MAR) foi o campeão (8min05s12), seguido pelos quenianos Jairus Kipchoge Birech (8min10s91) e Amos Kirui (8min12s18).

Nubia Soares também competiu em Rabat, no salto triplo. Acertando apenas a última tentativa, ela terminou na sétima colocação (13,69m). O pódio foi formado pela colombiana Caterine Ibarguen (14,51m), a jamaicana Kimberly Williams (14,31m) e a grega Paraskevi Papachristou (14,21m).