O Sesi-SP levou a melhor jogando em Canoas (Foto: Matheus Beck / Vôlei Canoas)

O Sesi-SP levou a melhor jogando em Canoas (Foto: Matheus Beck / Vôlei Canoas)

RADAR/LANCEPRESS!
09/11/2015
21:34
Canoas (RS)

O Sesi-SP estreou com vitória na Superliga masculina de vôlei 2015/2016. Nesta segunda-feira, a equipe dirigida pelo técnico Marcos Pacheco foi ao Rio Grande do Sul (RS) e venceu o Canoas (RS), no ginásio La Salle, em Canoas, por 3 sets a 0 (25/22, 25/15 e 25/11), em 1h21 de jogo válido pela primeira rodada do turno da competição.

Na escolha popular, com votação através do site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), o ponteiro Douglas Souza foi eleito o melhor jogador da partida e recebeu o Troféu VivaVôlei. Após o prêmio, o atacante comemorou o bom começo na competição.

- O nosso time começou muito concentrado. Como sempre, estudamos muito bem o adversário e pressionamos desde o começo. Não desperdiçamos contra-ataque e todos jogaram muito bem - elogiou Douglas.

Aos 20 anos de idade, o ponteiro ainda falou sobre a experiência de jogar ao lado de nomes como Serginho, Theo e Murilo.

- Os jogadores mais experientes me passam uma confiança muito grande e é muito bom jogar ao lado deles - afirmou Douglas.

Pelo lado do Lebes/Gedore/Canoas, o ponteiro repatriado Leo Caldeira comentou sobre a atuação do seu time nesta estreia da Superliga.

- Não conseguimos mostrar o mesmo vôlei que apresentamos no Campeonato Gaúcho. Não pressionamos o time deles no saque e contra uma equipe grande como o Sesi-SP isso não pode acontecer. Agora vamos procurar fazer um bom jogo contra o Sada Cruzeiro e o nosso time pode surpreender. Acredito muito no nosso grupo - garantiu Leo Caldeira.

O próximo compromisso do Sesi-SP será diante do Montes Claros Vôlei (MG) na próxima quinta-feira, às 20h, no ginásio da Vila Leopoldina, em São Paulo (SP). O Canoas volta à quadra já nesta quarta, às 18h30, desta vez fora de casa, contra o atual campeão da Superliga, Sada Cruzeiro (MG).

O JOGO
O começou pontuando no erro do adversário. As equipes empataram em 3/3 e no bloqueio de Theo, o Sesi-SP assumiu o comando do placar. Com três de vantagem, o time de São Paulo fez 8/5 na primeira parada técnica. A equipe da casa reduziu a diferença e, no bloqueio, encostou em 9/8. No ace do ponteiro Douglas, o Sesi-SP conseguiu seu terceiro ponto de saque e fez 13/10. A equipe paulista manteve o controle do placar (18/14). No bloqueio de Douglas, o Sesi-SP chegou a 22/16 e o Canoas pediu tempo. Na volta, reduziu a diferença (22/19 e 24/22), mas o Sesi-SP conseguiu fechar em 25/22.

Depois de vencer o primeiro set, o time dirigido pelo técnico Marcos Pacheco seguiu embalado e logo abriu 3/1 no começo da segunda parcial. No bloqueio de Murilo, o Sesi-SP fez 5/2. A equipe manteve o bom ritmo e abriu 8/2. Contando com erros do Lebes/Gedore/Canoas, especialmente no saque, o Sesi-SP chegou a 14/6. Com mais um ponto de bloqueio do ponteiro Murilo, o time da capital paulista fez 18/9. A diferença passou a ser se oito pontos em 23/15. No bloqueio de Theo, 25/15.

O Lebes/Gedore/Canoas voltou com ritmo forte para o terceiro set e fez 2/0. O Sesi-SP buscou o placar e, no bloqueio de Theo, assumiu o comando do placar em 5/4. Com outros dois bloqueios consecutivos, o time de São Paulo chegou a 7/4. Quando o placar foi a 10/5 a favor do Sesi-SP, a equipe de Canoas pediu tempo. Com grande atuação do ponteiro Douglas, a equipe visitante colocou boa vantagem em 17/7. Sem enfrentar muitas dificuldades, o Sesi-SP seguiu bem no jogo e fechou em 25/11.