icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
21/08/2015
17:17

A seleção brasileira feminina de rugby sevens estreia, neste sábado, no Women’s Sevens Series Qualifier de Dublin, na Inglaterra, torneio classificatório para a Série Mundial da modalidade. As meninas encaram o Japão, a partir das 7h44 (horário de Brasília). No mesmo dia, o Brasil ainda enfrentará Samoa e País de Gales visando à próxima fase da competição, que será disputada no domingo.

Após semanas de treinamentos intensivos, regime de concentração e ambientação desde a última segunda-feira em Dublin, o técnico Chris Neill conta com a força de grandes atletas do país, como Paula Ishibashi (capitã), Raquel Kochhann, Beatriz “Baby” Futuro e Edna Santini.

- O Women’s Sevens Series de Dublin é um torneio chave para o planejamento da nossa seleção até os Jogos Olímpicos Rio 2016. Teremos que competir por duas vagas com seleções que historicamente fazem parte da elite do rugby, como China, Japão, Holanda e África do Sul, e com países onde o rugby já tem muita tradição, como Samoa, Irlanda e País de Gales. A competição será muito dura, mas acreditamos no potencial de nossas meninas e estamos na torcida por um jogo igualmente competitivo - disse Agustín Danza, CEO da CBRu.

Divididos em três grupos com quatro equipes, cada time fará três jogos no sábado para definir a posição dentro da sua chave e o adversário na fase seguinte. No domingo, serão os duelos eliminatórios para determinar o campeão. Os dois primeiros colocados se unem às nove agremiações já classificadas para Circuito Mundial Feminino de Rugby Sevens. Serão então 11 países classificados para todas as etapas da competição. A 12ª e última vaga em cada etapa será definida por convite.

A seleção brasileira feminina de rugby sevens estreia, neste sábado, no Women’s Sevens Series Qualifier de Dublin, na Inglaterra, torneio classificatório para a Série Mundial da modalidade. As meninas encaram o Japão, a partir das 7h44 (horário de Brasília). No mesmo dia, o Brasil ainda enfrentará Samoa e País de Gales visando à próxima fase da competição, que será disputada no domingo.

Após semanas de treinamentos intensivos, regime de concentração e ambientação desde a última segunda-feira em Dublin, o técnico Chris Neill conta com a força de grandes atletas do país, como Paula Ishibashi (capitã), Raquel Kochhann, Beatriz “Baby” Futuro e Edna Santini.

- O Women’s Sevens Series de Dublin é um torneio chave para o planejamento da nossa seleção até os Jogos Olímpicos Rio 2016. Teremos que competir por duas vagas com seleções que historicamente fazem parte da elite do rugby, como China, Japão, Holanda e África do Sul, e com países onde o rugby já tem muita tradição, como Samoa, Irlanda e País de Gales. A competição será muito dura, mas acreditamos no potencial de nossas meninas e estamos na torcida por um jogo igualmente competitivo - disse Agustín Danza, CEO da CBRu.

Divididos em três grupos com quatro equipes, cada time fará três jogos no sábado para definir a posição dentro da sua chave e o adversário na fase seguinte. No domingo, serão os duelos eliminatórios para determinar o campeão. Os dois primeiros colocados se unem às nove agremiações já classificadas para Circuito Mundial Feminino de Rugby Sevens. Serão então 11 países classificados para todas as etapas da competição. A 12ª e última vaga em cada etapa será definida por convite.