Jade Barbosa e Rebeca Andrade disputam o individual geral nos Jogos do Rio 2016

Rebeca Andrade buscaria quatro finais (Foto: Ricardo Bufolin/CBG)

LANCE!
03/10/2017
15:01
Montreal (CAN)

Depois de não participar do treinamento de pódio no último domingo, a ginasta Rebeca Andrade está cortada do Mundial de Montreal, no Canadá. A brasileira sofreu uma lesão no ligamento cruzado anterior do joelho direito e não disputará as classificatórias nesta quarta-feira, às 20h (horário de Brasília). Dessa forma, a jovem de 16 anos, Thais Fidelis, é a única esperança nas provas femininas.

A Confederação Brasileira de Ginástica emitiu um comunicado sobre o assunto. Mesmo sem competir, Rebeca ficará com o restante da delegação brasileira até o final da competição para tratamento fisioterapêutico e acompanhamento médico.

Esperança de medalha na competição, Rebeca realizou, em 2015, uma cirurgia no joelho direito, para para reconstruir o ligamento cruzado anterior e suturar o menisco. Até o momento, uma segunda operação não foi cogitada.

Ambas as ginastas brigariam por vagas nas finais de salto, barras assimétricas, trave e solo, além do individual geral. Nesta terça, Arthur Zanetti e Caio Souza avançaram nas argolas e individual geral, respectivamente. 

Confira, na íntegra, o comunicado:

'A atleta Rebeca Rodrigues de Andrade, durante o aquecimento para o treinamento de pódio do Campeonato Mundial de Ginástica Artística, nesse domingo (1°), em Montreal, no Canadá, sofreu um entorse do joelho direito no salto. A atleta foi avaliada pelo médico da Seleção Brasileira, dr. Breno Schor, que acompanha a equipe no Canadá, e posteriormente, realizou exame de ressonância magnética, que confirmou a lesão do ligamento cruzado anterior. A atleta já iniciou tratamento intensivo com fisioterapia.
A comissão médica em acordo com a comissão técnica decidiu que a atleta não apresenta condições de competir neste momento. Rebeca se mantém na delegação até o final da competição para tratamento fisioterapêutico e acompanhamento médico.'